[Imprimir]
Numa organização do Departamento de Física da UTAD, teve lugar no dia 10 de dezembro, mais uma sessão com o objectivo de fazer a apresentação dos feitos e descobertas dos mais recentes laureados com o Prémio Nobel (Física, Química, Literatura, Paz, Medicina ou Fisiologia e Economia).
Nesta sessão, vários especialistas, das áreas em que estes prémios se inserem, expuseram e debateram os contributos e descobertas extraordinárias para o progresso e o conhecimento em que os laureados se notabilizaram, realçando os impactos na sociedade das descobertas científicas ou dos trabalhos desenvolvidos ao longo das suas carreiras.
Assim, sobre o prémio Nobel da Física (atribuído a Isamu Akasaki, Hiroshi Amano, Shuji Nakamura, “pela sua invenção de díodos de emissão de luz azul eficientes que possibilitaram a construção de fontes de luz branca intensa com economia de energia”), falou José Manuel Almeida, do Dep. de Física de UTAD);
Sobre o Nobel da Química (Eric Betzig, Stefan W. Hell, William E. Moerner, “pelo desenvolvimento de microscopia fluorescente de alta resolução”), falou Paula Sampaio, (IBMC – UP);
Sobre o Nobel da Literatura (Patrick Modiano, “pela arte da memória com que ele evocou os desígnios humanos mais recônditos vividos durante a ocupação nazi”), foi comentado por Anabela Oliveira (DLAC – UTAD);
Sobre o Nobel da Paz (Kailash Satyarthi, Malala Yousafzai, “pela sua luta contra a repressão de crianças e jovens e pelo direito de todas as crianças à educação”), interveio Marco Naia (Dep. Física-UTAD);
Sobre o Nobel da Medicina ou Fisiologia (John O’Keefe, May-Britt Moser, Edvard I. Moser, “pela descoberta das células que constituem o sistema de posicionamento no cérebro”), coube a abordagem a Francisco Luís Barros (DEP – UTAD);
Sobre o Nobel da Economia (Jean Tirole, “pela sua análise do poder de mercado e regulação”), falou Capitolina Patrícia António (DESG – UTAD).