[Imprimir]
No âmbito da comemoração do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, decorreu na UTAD, no dia 3 de dezembro, o Encontro Nacional da Igualdade, que teve como objetivo “sensibilizar para uma maior compreensão dos assuntos relativos à deficiência e mobilização para a defesa da dignidade, dos direitos e do bem-estar das pessoas com deficiência”.
O evento foi organizado pelos alunos do 2º ano do 1º Ciclo em Reabilitação Psicomotora da UTAD.
Durante a manhã, na Aula Magna, teve lugar um ciclo de palestras com entidades como a Associação Portuguesa de Psicomotricidade, Comité Paralímpico Português, a Federação Portuguesa de Desportos para as Pessoas com Deficiência e a Associação Nacional de Atletismo em Cadeiras de Rodas.
Mário Trindade, atleta paralímpico com palmarés notável no país e no estrangeiro, foi homenageado pelos méritos desportivos, no decorrer do encontro, assim como os treinadores Eduarda Coelho e Jorge Campaniço, também docentes na UTAD.
Durante a tarde, no Pavilhão Municipal de Vila Real, o evento foi aberto à comunidade para a prática desportiva, por pessoas com e sem deficiência, e contou com a participação de várias Associações Nacionais de Desporto Adaptado e de alunos de várias escolas do concelho.
Foi, assim, realçada a ideia de que a “deficiência não é um ponto final na vida das pessoas, quando muito representa algumas reticências que lhes são colocadas, havendo necessidade de uma preparação maior para um novo estilo de vida, e também na prática desportiva”.