[Imprimir]
Decorreu na Aula Magna, no dia 21 de janeiro, a sessão da tomada de posse dos novos órgãos dirigentes da Associação Académica da UTAD.
A Assembleia Geral, o Conselho Fiscal e a Direção têm agora como presidentes, respetivamente, Márcio Martins (Engenharia Informática), António Pereira (Gestão) e André Coelho (Ciências do Desporto).
À sessão, presidida pelo vice-reitor João Coutinho, compareceram, como convidados, o Presidente da Câmara Municipal de Vila Real e o director regional do IPDJ, entre outras entidades da academia e da sociedade civil.
O presidente da direcção cessante, Pedro Romeu, fez uma intervenção realçando as principais atividades do seu mandato com uma nota de reconhecimento às entidades individuais e institucionais que a AAUTAD conseguiu envolver nos seus projetos.
O novo presidente da direção, no seu discurso de posse, ao mesmo tempo que se assumiu disposto a “reforçar a luta pela educação enquanto direito democrático, universal e tendencialmente gratuito”, deixou sinais de preocupação em relação ao futuro do ensino superior, lembrando que o Governo tem vindo a “recuar paulatinamente com os seus compromissos” no que respeita ao financiamento do setor, com a previsão de que, para este ano, haverá um corte de 90 milhões de euros para a educação.
André Coelho mostrou-se, por outro lado, esperançado numa boa relação com o município de Vila Real, potenciando novos motivos de interesse na cidade para que os estudantes nela permaneçam mais tempo. “Hoje em dia vemos a maioria dos estudantes a chegar durante o dia de segunda-feira e a irem embora durante a tarde de quinta, perfazendo apenas três dias na cidade”, lembrou o jovem presidente, para sublinhar que “se queremos uma universidade e uma cidade mais fortes, só o conseguiremos com eles, os estudantes”.