[Imprimir]
A UTAD assinou a 23 de fevereiro um protocolo de cooperação com a Câmara Municipal de Aguiar da Beira, a União de Freguesias de Aguiar da Beira e Coruche e a empresa Arvofruti, com vista à instalação de um Centro de Interpretação Natural do Castanheiro e da Castanha naquele concelho.
 
No âmbito do protocolo, este Centro aproveitará todo o caudal de conhecimento científico que a UTAD vem consolidando no domínio da cultura do castanheiro. Pretende-se, pois, “fomentar a implementação de práticas de cultivo conducentes à melhoria da produtividade do castanheiro neste concelho, mediante a implementação de um campo de demonstração sob a forma de uma plantação de um souto, bem como através da transferência de conhecimentos, quer para o Gabinete Técnico do município, quer diretamente para os produtores”.
A cerimónia, que decorreu no salão nobre dos Paços do Concelho de Aguiar da Beira, contou com a presença do Secretário de Estado da Alimentação e Investigação Agroalimentar, Nuno Vieira Brito, entre outras entidades. A UTAD esteve representada pelo Reitor, António Fontainhas Fernandes, que, na sua intervenção, realçou a importância do sector agroalimentar como uma das grandes apostas nesta região, cujo tecido económico continua a caracterizar-se por um número elevado de pequenas empresas, “vulneráveis a fatores externos e que incorporam pouca tecnologia, inovando pouco nos seus processos de fabrico e gestão”.
Neste quadro, sustentou o Reitor, “o reforço da competitividade destas empresas passará, certamente, pela diferenciação de produtos e a promoção internacional, cujo impato será tanto mais forte, quanto mais coesa for a imagem assumida pela região como uma marca única”. E, ao mesmo tempo, “esta competitividade será reforçada pela transferência de conhecimento das instituições de ensino superior, que permitirá às empresas incorporar conhecimento tecnológico e inovar ao nível da gestão, dos produtos e dos serviços”.