[Imprimir]

 

 

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro organizou de 8 a 12 de abril, o evento Robótica 2015. O evento incluiu a conferência IEEE – International Conference on Autonomous Robotic Systems and Competitions – ICARSC 2015), um Festival de Robótica com diversas competições e uma Feira de Robótica que contou com diversos workshops, e ainda a competição Micromouse Portuguese Contest – UTAD.
A conferência, que decorreu em dois dias, teve a participação de 40 investigadores oriundos de 7 países (Portugal, Brasil, Egipto, Espanha, Itália, Alemanha e China), cujo tema principal foi a robótica na agricultura. O orador convidado, Pablo Gonzalez-de-Santos, apresentou o tema “Towards the Fully Automated Farm” (Rumo a uma Quinta Totalmente Automatizada.
O evento social abrangeu uma viagem de barco pelo rio Douro entre a Régua e o Pinhão a que se seguiu uma viagem de comboio até próximo da Quinta do Crasto, local onde se realizou o magnífico almoço de gala com entrega de prémios, atribuídos pela Sociedade Portuguesa de Robótica, ao melhor artigo do IEEE ICARSC 2015 e aos melhores trabalhos de Doutoramento, Mestrado e transferência de tecnologia na área de robótica em Portugal.
A melhor tese de Doutoramento foi atribuída a Bruno Damas (Learning and Sensorimotor Coordination of Anthropomorphic Robotic Systems), a melhor dissertação de Mestrado foi para César Ferreira (Robotic Locomotion Combining Central Pattern Generators and Reflexes) e o prémio para a melhor transferência de tecnologia foi atribuído ao Sistema de Localização Baseado em Lazer de Segurança, um projeto entre o INESC TEC e a EFACEC.
O Festival de Robótica contou com a participação de 72 equipas júnior, 23 equipas sénior e 5 equipas no Micromouse Portuguese Contest, num total de aproximadamente 500 participantes de 6 países (Portugal, Angola, Brasil, Holanda, Eslovénia e Irão). O festival, como habitual, teve provas pertencentes ao RoboCup tanto sénior (RoboCup Soccer Middle Size League e RoboCup Soccer Simulation 3D) como júnior (RoboCupJunior Rescue Line – 2 categorias: 8-14 e 15-19, RoboCupJunior Rescue Maze, RoboCupJunior Dance – 2 categorias, RoboCupJunior Soccer Lightweight – 2 categorias e RoboCupJunior Soccer Open). Outras provas estiveram patentes como a Condução Autónoma, o Robot@Factory, o FreeBots e a prova da UTAD o Micromouse Portuguese Contest que, este ano, esteve incluído no Robótica 2015.
As equipas portuguesas vencedoras das provas RoboCup irão representar Portugal no evento mundial do RoboCup que este ano irá decorrer na China. As equipas que irão representar Portugal são: a Cambada da Universidade de Aveiro (2º lugar do RoboCup Soccer MSL, o 1º lugar foi da equipa holandesa Tech United da University of Techonology Eindhoven, atual campeã do mundo), a FC Portugal 3D (2º lugar do RoboCup Soccer Simulation 3D, o 1º lugar foi para a equipa brasileira BahaiaRT), a equipa Thunder da Escola de São Gonçalo (1º lugar RoboCupJunior Rescue Line 8-14), a equipa EçaBot Rollers do Agrupamento de Escolas de Eça de Queirós (1º lugar RoboCupJunior Rescue Line 15-19), a equipa Rob’s da Escola Profissional de Espinho (1º lugar RoboCupJunior Rescue Maze), a equipa Novas Aventuras de Peter Pan da Escola de São Gonçalo (1º lugar RoboCupJunior Dance 8-14), a equipa ESARobots do Agrupamento de Escolas de Amares (1º lugar RoboCupJunior Dance 15-19), a equipa AGSG 1 da Escola de São Gonçalo (1º lugar RoboCupJunior Soccer Lightweight 8-14), a equipa EPF_QUIM_ZE da Escola Profissional de Felgueiras (1º lugar RoboCupJunior Soccer Lightweight 15-19) e a equipa Botnroll.com Soccer Team da Universidade do Minho (1º lugar RoboCupJunior Soccer Open). Nas provas não pertencentes ao RoboCup os vencedores foram as equipas: Steel Seeker 2 do Instituto Politécnico de Leiria (Condução Autónoma), Three Factory – Guido Again do CENFIM – Núcleo de Oliveira de Azeméis (Robot@Factory), CARLOS do INESC TEC (FreeBots) e Labrat do Daniel Gonçalves que estableceu um novo e honroso record nacional de 9.2 s no Micromouse Portuguese Contest
.
A Feira de Robótica contou a presença de diversas empresas que nos brindaram com alguns workshops. Foi o caso da Eye2Map Agriculture proferida por Óscar Moutinho e Ana Rodrigues,  Comunidade de Robots e Necessidades Educativas Especiais com a participação de Cristina Conchinha, desde o Brasil via Skype, Legótica – Clube LEGO por Abel Trigo Engenheiro de Reabilitação pela UTAD, The Inventors por António Moreira (Ynvisible) e Bruno Carreiro (Azorean),  a Printo apresentou o seu kit de eletrónica flexível e a Safina a sua relva artificial que no próximo ano poderá ser utilizada na competição de futebol robótico médio (RoboCup Soccer Middle Size League).
 O evento finalizou em ambiente festivo no Dolce Vita Douro com a cerimónia de entrega de prémios que contou com a brilhante atuação de uma escola de dança de Vila Real. Para o próximo ano haverá mais, não na UTAD em Vila Real, mas numa outra localidade de Portugal.