Foto: HVUTAD
[Imprimir]
Devolução à Natureza de Corujas-do-mato
 
A 1 de julho foram devolvidas à natureza duas corujas-do-mato, em Távora, na presença do SEPNA de Moimenta da Beira. Estas duas corujas deram entrada no CRAS ainda crias, após terem sido encontradas no chão por particulares. O seu processo de recuperação incluiu alimentação e treinos de voo e de caça.”
No dia seguinte foi devolvida à natureza uma coruja-do-mato, na Senhora da Pena, Vila Real, na presença do particular que a encontrou. Esta ave tinha sido encontrada ainda cria no meio da estrada, na localidade de Vila Seca, Vila Real. Após exame físico não se detetou qualquer problema sendo que o seu processo de recuperação envolveu uma alimentação adequada e treinos de vôo e de caça”.
Os respetivos vídeos das devoluções já se encontram disponíveis na nossa página do Facebook [VER]
Devolução à Natureza de Ouriço-cacheiro (Erinaceus europaeus)
 
A 4 de julho foi devolvido à Natureza um macho de ouriço-cacheiro (Erinaceus europaeus) na UTAD, Vila Real, no decorrer da atividade “Universidade Júnior 2015”. Este animal chegou ao CRAS HVUTAD bastante magro, desidratado e com sinais de pneumonia. A sua recuperação envolveu tratamento médico, alimentação adequada e, por fim, algum tempo de ambientação numa câmara exterior.
Esta devolução contou com a presença de cerca de 300 alunos que participavam na “Universidade Júnior 2015”, atividade organizada pela UTAD.
As fotografias da devolução já se encontram disponíveis na nossa página do Facebook: [VER]
Devolução à Natureza de Melro-preto (Turdus merula) e de Andorinhão-preto (Apus apus)
 
A 20 de julho foram devolvidos à Natureza um melro-preto (Turdus merula) e um andorinhão-preto (Apus apus) no Campus da UTAD. O melro-preto tinha sido entregue ao CRAS HVUTAD por um particular, ainda cria, tendo o seu processo de recuperação envolvido uma alimentação adequada, treinos de voo e socialização.
O andorinhão-preto foi encontrado pousado no chão e, após exame físico, não foi encontrado qualquer problema pelo que se procedeu de imediato à sua devolução à Natureza.”
 
O vídeo da devolução já se encontra disponível na nossa página do Facebook: [VER​]
Devolução à Natureza de coruja-do-mato
 
A 21 de Julho foi devolvida à natureza uma coruja-do-mato na Srª. da Pena, Mouçós, Vila Real, local onde tinha sido encontrada ainda cria por um particular. Após exame físico não se detetou qualquer problema sendo que o seu processo de recuperação envolveu uma alimentação adequada e treinos de voo e de caça. Esta devolução contou com a presença do particular que a encontrou e ainda alguns alunos da escola Diogo Cão.
 
O vídeo da devolução já se encontra disponível na nossa página do Facebook: [​VER]
 

 

Devolução à Natureza coruja-do-mato
 
A 23 de Julho foi devolvida à natureza uma coruja-do-mato no Parque Biológico da Serra das Meadas, em Lamego. Este exemplar tinha sido encontrado ainda cria nas imediações de Lamego e entregue no referido parque. Já no CRAS, e após exame físico, não se detetou qualquer problema sendo que o seu processo de recuperação envolveu uma alimentação adequada e treinos de vôo e de caça. Nesta devolução estiveram presentes os responsáveis do parque e alguns visitantes.
Vídeo gentilmente cedido por Georges Moita.
O vídeo da devolução já se encontra disponível na nossa página do Facebook:[VER]
 

 

Devolução à Natureza de cuco-canoro
 
A 24 de Julho de 2015 foi devolvido à Natureza um cuco-canoro juvenil no Campus da UTAD. Esta ave tinha sido entregue ao CRAS HVUTAD por um particular, que a encontrou ainda cria em Lamas de Olo, no Parque Natural do Alvão. Após exame físico não se detetou qualquer problema, sendo que o seu processo de recuperação envolveu uma alimentação adequada e treinos de voo numa câmara exterior. Nesta devolução estiveram presentes alguns funcionários do HVUTAD.
Fotografias e vídeo gentilmente cedidos por Francisco Fernandes.
O vídeo da devolução já se encontra disponível na nossa página do Facebook: [VER​]