Foto: Entrada UTAD
[Imprimir]
Na sequência das candidaturas promovidas pelo Gabinete de Relações Internacionais e Mobilidade, a UTAD obteve aprovação a três projetos Erasmus+, obtendo desta forma, o apoio financeiro da Comissão Europeia para incentivar a mobilidade internacional.​
 
O projeto Erasmus+ à Ação-chave1 – Mobilidade para fins de Aprendizagem no Ensino Superior, teve uma subvenção comunitária no valor de cerca de trezentos mil euros, destinada à mobilidade de estudantes (estudos e estágios), docentes (ensino e formação) e pessoal não docente (formação) em Instituições ou organizações europeias e os projetos “outCOME”  e  “Work+”, em consórcio com outras universidades portuguesas, destinados a estudantes da UTAD que pretendam realizar estágios em empresas nos países europeus.
O PROGRAMA ERASMUS+, que vigora de 2014 a 2020 é um Programa da União Europeia para a Educação, Formação e Desporto, que incentiva o intercâmbio no ensino superior como uma das formas de internacionalização dos estudantes, docentes e não docentes contribuindo para o seu enriquecimento académico e profissional e para a construção de uma cidadania europeia.
Destinado a reforçar o desenvolvimento de competências e a empregabilidade, bem como apoiar a modernização dos sistemas de educação, de formação e de apoio à juventude, o “Erasmus+” baseia-se na premissa de que investir na educação e formação é a chave para libertar o potencial das pessoas, independentemente da sua idade ou formação.
Para qualquer esclarecimento sobre este Programa contactar o Gabinete de Relações Internacionais e Mobilidade (GRIM) grim.ccord@utad.pt.