[Imprimir]
A Cátedra Internacional RSC Santander Galiza-Norte de Portugal é uma iniciativa conjunta do Banco Santander, através do Santander Universidades, e da Fundação Centro de Estudos Euroregionais Galiza-Norte de Portugal (Fundação CEER), e constituída por três universidades galegas (Corunha, Santiago de Compostela e Vigo) e três portuguesas (Minho, Porto e Trás-os-Montes e Alto Douro).
A cátedra tem como objetivo o desenvolvimento de atividades docentes, de investigação, formação e documentação no âmbito da Responsabilidade Social Corporativa (RSC).
Na apresentação estiveram o reitor da Universidade do Minho, António M. Cunha, na qualidade de presidente da Fundação CEER; o administrador do Banco Santander Totta com a área de Universidades, Luís Bento dos Santos; o diretor da Fundação CEER, Rubén Lois; e o diretor do Santander Universidades Espanha, Pedro Alonso. Estiveram ainda presentes os reitores das outras Universidades que compõem a Fundação, diretores do Banco, representantes da Junta da Galícia e representantes da Administração Pública Portuguesa, através da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte.
Esta cátedra, cujos eixos são a empresa, a internacionalização e a rentabilidade da RSC, irá impulsionar o intercâmbio académico internacional, que facilitará que professores e investigadores de prestígio internacional realizem cursos, conferências e levem a cabo investigações conjuntas. Irá criar-se um marco de cooperação académica, científica e de investigação, que se configurará como um projeto aberto a todas as instituições educativas e culturais interessadas em RSC, no seu estudo e desenvolvimento.
Entre as suas linhas de actuação destaca-se ainda a implementação de estudos de pós-graduação conjuntos, o fomento de estudos específicos de terceiro ciclo, publicações e a organização de um fórum internacional anual, entre outras iniciativas. A cátedra será dirigida pela Dra. Elena del Pilar Ramallo Miñan, especialista em RSC/E, sustentabilidade turística e internacionalização.
O Banco Santander, através do Santander Universidades, colabora há 18 anos com 1.200 universidades e instituições académicas de todo o mundo, das quais 46 são portuguesas. Este ano, o Santander Totta investirá 6,5 milhões de euros em Universidades portuguesas, através do apoio ao conhecimento, à mobilidade internacional, à concessão de Bolsas de Mérito e Prémios Científicos e ao programa de estágios Santander Universidades.
Até 2018, o Banco Santander irá destinar, a nível global, um total de 1.700 milhões de euros no apoio a projetos de ensino superior de todo o mundo.
Mais informações [VER​]
Fonte : Banco Santander|Santander Universidades