Foto: Unidade de Saúde SASUTAD
[Imprimir]

Trata-se de uma unidade acreditada pela Entidade Reguladora da Saúde que oferece especialidades médicas gratuitas para estudantes da UTAD.

Os Serviços de Ação Social da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (SASUTAD) têm a funcionar uma unidade de saúde dirigida a estudantes e trabalhadores que oferece especialidades médicas consideradas essenciais.

A unidade funciona no edifício dos Serviços Centrais dos SASUTAD, em Codessais, onde estudantes e trabalhadores têm acesso às especialidades Clinica Geral e Planeamento Familiar; Ginecologia e Obstetrícia; Psicologia e Acompanhamento Psicopedagógico, Nutrição e Enfermagem.

As consultas são gratuitas para os estudantes, incluindo os que estão na UTAD ao abrigo do Programa Erasmus, e os trabalhadores estão sujeitos a taxa moderadora.

Para a criação específica desta unidade de saúde foi feita uma alteração no regulamento interno dos SASUTAD em 2012. O objetivo é prestar cuidados básicos, primários e de prevenção de saúde aos estudantes e trabalhadores da UTAD. Anteriormente alguns destes cuidados de saúde eram prestados em conjunto com o Centro de Saúde número um, de Vila Real.

“Sentimos necessidade de criar esta unidade sobretudo para os estudantes deslocados que, para terem acesso a uma consulta num Centro de Saúde, teriam de esperar por uma consulta aberta, o que muitas vezes os fazia desistir”, afirma Elsa Justino, Administradora dos SASUTAD.

Acreditada desde 2015 pela Entidade Reguladora de Saúde, condição exigida para a abertura e funcionamento, esta unidade de cuidados de saúde oferece especialidades tendo em conta o perfil do estudante de ensino superior. Daí que haja um maior foco e preocupação com o fornecimento gratuito de métodos contracetivos de aconselhamento e educação sexual, com o apoio da especialidade de Ginecologia e Obstetrícia por forma a “incentivar a uma prática sexual saudável e protegida”.

Mas não só. Há também grande preocupação com as questões ligadas ao acompanhamento psicopedagógico.

“Oitenta por cento das patologias que nos surgem são do foro psiquiátrico. Stresse, com sintomas físicos, depressão, mas também ansiedade em relação ao futuro, relacionada com as saídas profissionais e a independência financeira”, salienta Pedro Felgar, médico e responsável pela consulta Clinica Geral e Planeamento Familiar, nesta unidade.

Mas outros problemas têm sido detetados, nomeadamente na consulta Promoção da Saúde da especialidade Enfermagem.

“Têm sido identificados casos de alunos com aumento de peso em cerca de 10 quilos no primeiro ano de frequência da universidade, consequência das más decisões alimentares”, explica Elsa Justino.

Quando detetados, estes casos são encaminhados para a consulta de Nutrição para aconselhamento e acompanhamento. Esta especialidade, assim como a consulta de Clinica Geral dão também apoio ao Setor Desportivo, já que são muitos os alunos que competem em campeonatos desportivos universitários e necessitam de acompanhamento específico.

A mesma responsável esclarece que “existem serviços de saúde em outras universidades, mas com os requisitos exigidos pela ERS somos, atualmente, os únicos licenciados”.

Quanto à decisão de esta prestação de serviços de saúde ser gratuita a Administradora diz que “é uma opção. Enquanto pudermos vamos manter este serviço gratuito. A nossa preocupação é o acompanhamento dos alunos e o seu bem-estar”.

A Unidade de Saúde dos SASUTAD tem um custo anual de cinquenta mil euros.

Para marcação de consultas [VER ]

Para mais informações contactar:

Rosa Rebelo | Assessoria de Comunicação | UTAD

259 350 160 | 932 148 809 | rorebelo@utad.pt