Foto: artinvitro
[Imprimir]
A ArtinVitro, uma kick start empresarial na área da Biotecnologia instalada na incubadora de empresas da UTAD, propõe-se criar peças de arte vivas. Trata-se de plantas ornamentais em atmosfera isolada que apenas precisam de Luz. Isto é possível através do uso de um meio de cultura que fornece todos os nutrientes e água necessários à sobrevivência da planta. Este meio pode ter vários graus de opacidade e várias cores, segundo a preferência do consumidor.
 
A incubadora de empresas e projectos empresariais NEST@UTAD, sediada na UTAD é o ponto de partida para este kick start. O projeto baseia-se na junção de dois campos diferentes: a biotecnologia, através da micropropagação de plantas, e a componente artística e didática, criando produtos adaptáveis a vários contextos.
A ArtinVitro, projeto empresarial na área da Biotecnologia, iniciou também uma campanha de crowdfunding a 24 de janeiro, na Plataforma PPL Crowdfunding com o objetivo de criar fundos para impulsionar o projeto a nível técnico, nomeadamente na construção de uma câmara de cultura. Com este angariamento pretende-se  também uma adicional divulgação do produto. A campanha terá a duração de 45 dias.
Os dois jovens empreendedores neste projeto estão ligados à UTAD, sendo o fundador Bruno Loureiro, ex-aluno do Curso de Genética e Biotecnologia e o seu parceiro empresarial, e Miguel Águas, aluno de Mestrado em Ciências da Comunicação na área das Relações Publicas e Publicidade.
Fonte: ArtinVitro