Foto: Rede de Investigação e Intervenção do Serviço Social na Educação/Escolas
[Imprimir]
A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) vai realizar nos próximos meses a iniciativa “PRIDE. RESISTIR. EXISTIR, ou algo do género”, que pretende refletir e debater questões sobre a problemática de género, através do cinema e de diversos convidados.
Pretendemos com a ação “PRIDE” refletir problemas de género – transgénero, intersex, bissexualidade, e homossexualidade – para informar, refletir e agir, no sentido da não segregação ou desigualdade de géneros e todas as formas de discriminação que lhe possam estar inerentes”, explicam Ângela Cardoso e Mila Simões, docentes e investigadoras da UTAD.
A iniciativa ”PRIDE“ vai exibir filmes relacionados com a temática da igualdade diversidade de género e conta com convidados de diversas áreas que se propõem, a partir de um filme, abrir diálogo com os presentes. O primeiro evento teve lugar a 10 de fevereiro com a exibição do filme MILK, comentado por António Serzedelo, presidente da OPUS Gay.
A ideia de refletir estas temáticas partiu de um grupo de docentes e estudantes da unidade curricular “Arte e Temas Contemporâneos” do curso de Teatro e Artes Performativas da UTAD, já que a representação do corpo na arte abrange paradigmas do “identitário”.
Entendendo o espaço da Universidade como o lugar de livre discussão de ideias/ ideais, docentes e  discentes pretendem que a ação “PRIDE” abra possibilidades de outras iniciativas relacionadas com esta temática.
O Grupo de Missão de Cultura da UTAD acolhe a iniciativa, pois esta reflete-se no “Plano para a Igualdade da UTAD” que visa entre outros aspetos “a vontade institucional, para prossecução dos princípios de igualdade na instituição, não apenas de uma perspetiva formal de não garantir a não discriminação de género, mas sobretudo fazendo uso do seu papel privilegiado na criação e transmissão de saber e capacidade de influenciar o meio social (…)” *
Com entrada livre e gratuita ao público em geral, a “PRIDE. RESISTIR. EXISTIR, ou algo do género” estende-se ao longo dos próximos seis meses, com periodicidade mensal estando agendados os seguintes filmes:
10 de fevereiro de 2016
Filme: MILK (2008) | Realizador Gus Van Sant.
Convidado: António Serzedelo | Presidente da OPUS Gay
Local: UTAD, Eng. I Auditório G0,08 15H
16 de março de 2016
Filme: PRIDE (2014) |Realizador Mattew Warchus
Convidado: Artur Cristóvão | Vice-reitor UTAD
27 de abril de 2016
Filme: The Invisible Men | Realizador Yariv Mozer
Convidado: Eurico Figueiredo | Professor Catedrático de Psiquiatria
18 de maio de 2016
Filme: Tomboy | Realizador Céline Sciamma
Convidado: em confirmação
Para mais informações contactar:
Rosa Rebelo | Assessoria de Comunicação | UTAD
259 350 160 | 932 148 809 | rorebelo@utad.pt