Foto: Visita do Presidente da República
[Imprimir]
Sua Excelência o Presidente da República visita o Centro de Excelência da Vinha e do Vinho, no Regia-Douro Park, no próximo dia 4 de julho, pelas 12h30. O programa integra um encontro com uma nova geração de enólogos diplomados pela UTAD, batizada por José da Silva Peneda como “Escola de Campeões”.
Nesta visita será efetuada uma apresentação da Plataforma de Inovação da Vinha e do Vinho, um projeto de ambição internacional que pretende dar novas dinâmicas ao sector.
Trata-se de um projeto multidisciplinar que vai envolver investigadores de diferentes áreas e que vai debruçar-se na investigação na área do solo e clima, da qualidade do vinho, da vinha e no domínio da competitividade. A investigação será desenvolvida de acordo com as necessidades do sector, estando prevista uma comissão de pilotagem exterior à Universidade.
A plataforma está a ser instalada no Centro de Excelência da Vinha e do Vinho no Regia-Douro Park, em Vila Real, e tem uma dotação inicial superior a 5,3 milhões de euros para um período de três anos, financiada ao abrigo do NORTE2020. Outros projetos estão já a ser delineados.
Por ocasião desta visita, serão anunciados os vinhos alumni UTAD, produzidos por uma nova geração de enólogos e antigos estudantes da Universidade que têm contribuído para visibilidade internacional que se tem registado no sector.
“Quisemos lançar vinhos de autor criados por antigos estudantes da UTAD. O objetivo é que seja produzido um vinho, em cada ano, por um enólogo que indicará e passará o testemunho a um colega produtor no ano seguinte”, afirma Fontainhas Fernandes, Reitor da UTAD.
Os vinhos a apresentar ao Presidente da República são um branco, da autoria de Jorge Moreira, um tinto da autoria de Jorge Serôdio Borges e um Porto de Francisco Olazabal e Francisco Ferreira.
“O vinho que fiz para o projeto de vinhos de autor da UTAD é simultaneamente único e radical, um branco do Douro feito a partir da casta Alvarinho. As uvas são provenientes da Quinta do Poeira no vale do Pinhão, uma área associada normalmente à produção de uvas tintas para vinho do Porto vintage”, explica Jorge Moreira.
O tinto UTAD Douro 2014, de Jorge Serôdio Borges, tem como castas as conhecidas Touriga Nacional e Touriga Franca complementadas pela mais clássica Tinta Francisca, “que aqui representa o Douro mais antigo”. Mas representa também “um duplo tributo: à Universidade e ao Douro vinhateiro”, salienta o enólogo.
Já o Porto UTAD 10 Anos “tem aromas ricos, combinando as notas de frutos secos caramelizados, praliné, laranja confitada e finalizando com notas de tabaco”. Os seus autores destacam que “combina a parte mais tradicional e clássica do Vinho do Porto, e também algo mais moderno, jovem e diferenciador, características que encontramos na UTAD da atualidade”.
Com esta visita ao recém-criado Centro de Excelência da Vinha e do Vinho, o Presidente da República reforça a importância da investigação e do desenvolvimento no aumento da competitividade da fileira vitivinícola e de toda uma nova geração de empresários que apostou em desenvolver a sua atividade em regiões deprimidas e que tem vindo assumir crescente visibilidade no panorama nacional e internacional.
Para mais informações contactar:
Rosa Rebelo | Assessoria de Comunicação | UTAD
259 350 160 | 932 148 809 | rorebelo@utad.pt