Foto: Entrada Principal UTAD
[Imprimir]

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) viu aprovado um conjunto de novos projetos em que participa. Dois destes são do âmbito dos programas de cooperação territorial do espaço Sudoeste europeu (SUDOE), um de investigação no Programa de Atividades Conjuntas (PAC) e um do Programa Erasmus +. Estes projetos são de tipos e áreas diversas desde a comercialização, a transferência de tecnologia, novas fontes de energia, agroalimentar e estímulo ao pensamento crítico. As iniciativas assentam em parcerias com instituições públicas e privadas, nacionais e estrangeiras.

O projeto SUDOE AgroSMARTcoop é dirigido às cooperativas agroalimentares e às empresas suas associadas. Visa a integração, competitividade e crescimento económico das empresas através da inovação organizacional, da comercialização inteligente dos seus produtos e do incentivo à criação de alianças e projetos que permitam uma cooperação vantajosa. Conta com um orçamento de cerca de um milhão e trezentos mil euros, dos quais cerca de 158 mil serão para atividades da responsabilidade da UTAD, e envolve um conjunto de nove parceiros de Espanha, França e Portugal, sendo liderado pela Associação Galega de Cooperativas Agrárias.

Também no âmbito do programa SUDOE, o Turbo-Sudoe insere-se nos setores estratégicos do Agroalimentar, Automóvel e Energia. Cooperam nesta iniciativa as Universidades de Burgosa, Malaga, Aveiro, UTAD e Fundación Centro  Tecnológico de Eficiência e Sostenibilidade Energética e três Clusters Empresariais de Procura de Tecnologia, Federación Empresarial de Agroalimentación de la Comunidad Valenciana, Asociaciuón Cluster de Automoción de Aragón e  Mecanic Vallée. O projeto terá a duração de 3 anos, com início em julho de 2016. Tem um financiamento FEDER global de mais de um milhão e duzentos mil euros,  dos quais cerca de 113 mil euros são destinados à UTAD.

No âmbito do Programa de Atividades Conjuntas do Portugal 2020, foi aprovado o projeto UniRCell  – Unitised regenerative fuel cell for efficient renewable energy supply: from materials to device, inserido no domínio da Energia, que resulta de um consórcio formado entre o Instituto de Materiais de Aveiro da Universidade de Aveiro, o Centro de Estudos de Fenómenos de Transporte da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, o Laboratório de Processos de Separação e Reação – Laboratório de Catálise e Materiais também da FEUP, o Laboratório Associado para a Química Verde – Tecnologias e Processos Limpos/REQUIMTE da Rede de Química e Tecnologia e o Centro de Química – Vila Real da UTAD. É financiado com mais de dois milhões de euros, cabendo à UTAD cerca de 400 mil euros. Este projeto irá recorrer à utilização de hidrogénio como vetor energético, de modo a aumentar de forma significativa a utilização eficiente das fontes de energia renováveis. A iniciativa permitirá a consolidação da investigação em dispositivos célula de combustível/eletrolisador em Portugal, atualmente escassa e sem massa crítica, através da criação de 15 bolsas de investigação. A UTAD terá uma bolsa de pós-doutoramento, três bolsas de investigação e cinco ofertas de emprego científico.

No âmbito do programa Europeu Erasmus +, a UTAD é líder do projeto CRITHINKEDU – Pensamento Crítico nos Curricula do Ensino Superior, cujos objetivos principais são a troca de experiências entre as universidades parceiras e a promoção da ligação entre  as instituições de ensino superior, o mercado de trabalho e a sociedade, procurando ir ao encontro dos desafios do século XXI, em particular no desenvolvimento de competências de pensamento crítico nos estudantes. A iniciativa envolve uma parceria com 11 instituições de ensino superior de Portugal, Grécia, Lituânia, Itália, Roménia, República Checa, Espanha, Irlanda e Bélgica.

Para mais informações contactar:
Rosa Rebelo | Assessoria de Comunicação | UTAD
259 350 160 | 932 148 809 | rorebelo@utad.pt