Foto: noticias
[Imprimir]
DOUROTUR é um dos mais recentes projetos da UTAD. Este tem como objetivos investigar a relação entre turismo e desenvolvimento no Douro, com vista à obtenção de soluções para a renovação e reinvenção da oferta turística.
Os responsáveis do projeto salientam que pretendem “através de um turismo criativo, ajudar a renovar e diversificar a oferta turística e contribuir para resolver os problemas de desenvolvimento do turismo no Douro, tendo como base propostas de coordenação da oferta, de melhor comunicação da oferta e diversificação desta, através de marketing digital e outras estratégias de comunicação com os mercados turísticos”.
O projeto está estruturado em quatro linhas. A primeira fará uma análise da oferta turística, produtos e experiências oferecidas e dos agentes sociais turísticos do Douro; a segunda focar-se-á na imagem e nos relatos turísticos referentes à região; a terceira linha incide na procura turística, bem como nos efeitos da atividade no Douro; a quarta irá explorar as formas de como o marketing digital e as novas tecnologias podem ajudar no desenvolvimento do turismo no Douro.
O DOUROTUR terá ainda como potenciais parceiros organizações como a AETUR (Associação de Empresários Turísticos de Trás-os-Montes), a Associação de Empresários de Hotelaria e Turismo do Douro, o Turismo do Porto e Norte de Portugal, o Museu do Douro, a empresa Douro Azul, entre outras entidades locais e nacionais.
Estarão envolvidos 11 bolseiros de áreas como Antropologia, Gestão, Economia, Turismo, Engenharia Informática, entre outras. Xerardo Pereira, docente da UTAD, é o responsável do projeto que, como consultores externos, terá docentes de universidades da Bélgica, Espanha, Holanda e Reino Unido.
O projeto, que iniciou em maio de 2016, tem uma duração de três anos e conta com um investimento total de 679.458,26€.