Foto: Gala de desporto da UTAD
[Imprimir]
 

Destacar e premiar os que mais se destacaram ao longo do ano na área do desporto é a premissa da Gala de Desporto da Associação Académica da UTAD, que vai na sua quinta edição, um evento que este ano contou com uma diferença muito significativa, deixando de ser a gala da Associação Académica para passar a ser a Gala Desportiva da academia transmontana.

“O facto da universidade se unir a nós neste esforço de assinalar e recompensar o mérito desportivo dos nossos alunos e colaboradores é sinal, por si só, da importância que a reitoria também atribuiu à promoção do desporto na comunidade académica”, salientou André Coelho, presidente da AAUTAD.

O presidente da associação académica da UTAD afirma que este foi “um ano extraordinário” a nível desportivo por vários motivos, destacando a “medalha de prata no campeonato europeu universitário ganha no karaté, por uma atleta a representar a nossa a associação”, recordando ainda que este ano finalmente foi possível criar a “bolsa de mérito desportivo”, uma “luta antiga desta direção que sempre quis premiar os melhores atletas com o pagamento de parte ou totalidade das propinas”.

Elsa Justino, administradora dos Serviços de Ação Social da UTAD foi distinguida com o Galardão Prestígio, pelo projeto que tem vindo a implementar na área do desporto, que incluiu a criação de um ginásio com múltiplas valências.

O Prémio para Melhor Atleta Feminina foi entregue à karateca Ana Madureira, que se sagrou vice-campeã europeia universitária em julho deste ano.

A V Gala de Desporto da UTAD premiou ainda o Melhor Atleta Masculino, que este ano foi José Duro, na modalidade de tiro com arco em outdoor e o Melhor Treinador do Ano, prémio que foi para Paulo Vilela na modalidade de karaté. A AAUTAD entregou também o Prémio de Melhor Equipa, que foi entregue à equipa de ténis de mesa feminino e o Prémio de Mérito Desportivo que foi entregue para a FADU- Federação Académica do Desporto Universitário.

Fonte: AAUTAD