Foto: Corujas
[Imprimir]

Recuperados pelo Centro de Recuperação de Animais Selvagens do Hospital Veterinário da UTAD (CRASHVUTAD) são devolvidos à natureza na presença de convidados especiais

Devolução à Natureza de cegonha-branca

A 28 de outubro foi devolvida à Natureza uma cegonha-branca (Ciconia ciconia) na periferia da cidade da Covilhã. Esta cegonha deu entrada no CRAS HVUTAD ainda juvenil, encaminhada pelo Parque Biológico de Vinhais, depois de ter sido encontrada por locais muito debilitada e deprimida. Já no CRAS, e após exame físico, não se detetou qualquer problema grave, sendo que o seu processo de recuperação envolveu uma alimentação adequada e treino de vôo num túnel exterior, juntamente com outra cegonha. Pelo facto de se tratar de uma espécie que escolhe latitudes mais a sul para passar o Inverno, optou-se por realizar a devolução desta cegonha num local onde, nesta altura, ainda se sabe que existem núcleos populacionais desta espécie.”

O vídeo da devolução já se encontra disponível na nossa página do facebook: https://www.facebook.com/crashvutad/?fref=ts

Devolução à Natureza de coruja-do-mato

A 7 de novembro 2016 foi devolvida à Natureza uma coruja-do-mato (Strix aluco) na Eco-escola EB1 de Ferreiros, em Vila Real.

Esta coruja deu entrada no CRAS HVUTAD ainda cria, após ter sido encontrada debilitada junto desta mesma escola. Após ter sido encaminhada por uma equipa do SEPNA de Vila Real, e já no CRAS, não se detetou qualquer problema, estando apenas ligeiramente desidratada e magra. O seu processo de recuperação envolveu uma alimentação adequada e treino de vôo e de caça numa câmara exterior, juntamente com outras corujas-do-mato.

Deixamos aqui uma reportagem do PORTO CANAL, que aborda todo o projecto da ECO-escola de Ferreiros e ainda inclui a devolução desta coruja-do-mato (a partir do minuto 20).

Porto Canal(a partir do minuto 20)

http://portocanal.sapo.pt/um_video/zGYZjuPR7sBhbrAn4voG

SIC:http://www.pt.cision.com/cp2013/ClippingDetails.aspx?id=d71a29dd-9e81-4090-9487-6c8510c59820&userid=f5ff62a5-1759-411c-b887-a04bd9a16fc2

Devolução à Natureza de águia-d’asa-redonda

A 15 de novembro, foi devolvida à Natureza uma águia-d’asa-redonda (Buteo buteo) em Rebordelo, Vinhais. Esta ave ingressou no CRAS HVUTAD depois de ter precorrido cerca de 100 quilómetros no pára-choques de um automóvel, que a “colheu” na zona de Rebordelo enquanto se alimentava pousada na estrada. Chegado a Vila Real, o proprietário do carro começou a ouvir um barulho vindo do pára-choques, tendo encontrado esta águia-d’asa-redonda bastante assustada. Já no CRAS, e após exame físico, não se encontrou qualquer problema grave para além de possuir algumas penas molhadas. Não apresentando lesões aparentes, esta águia realizou um teste de voo, o qual decorreu sem qualquer tipo de dificuldades, tendo-se procedido de imediato à sua devolução à Natureza.

O vídeo da devolução já se encontra disponível na nossa página do facebook: https://www.facebook.com/crashvutad/?hc_ref=NEWSFEED&fref=nf

Devolução à Natureza uma cegonha-branca

A 28 de outubro foi devolvida à Natureza uma cegonha-branca (Ciconia ciconia) na periferia da cidade da Covilhã. Esta cegonha deu entrada no CRAS HVUTAD ainda juvenil, encaminhada pelo Parque Biológico de Vinhais, depois de ter sido encontrada por locais muito debilitada e deprimida. Já no CRAS, e após exame físico, não se detetou qualquer problema grave, sendo que o seu processo de recuperação envolveu uma alimentação adequada e treino de vôo num túnel exterior, juntamente com outra cegonha. Pelo facto de se tratar de uma espécie que escolhe latitudes mais a sul para passar o Inverno, optou-se por realizar a devolução desta cegonha num local onde, nesta altura, ainda se sabe que existem núcleos populacionais desta espécie.”

O vídeo da devolução já se encontra disponível na nossa página do facebook: https://www.facebook.com/crashvutad/?fref=ts

Devolução à Natureza de coruja-do-mato

A 7 de novembro 2016 foi devolvida à Natureza uma coruja-do-mato (Strix aluco) na Eco-escola EB1 de Ferreiros, em Vila Real.

Esta coruja deu entrada no CRAS HVUTAD ainda cria, após ter sido encontrada debilitada junto desta mesma escola. Após ter sido encaminhada por uma equipa do SEPNA de Vila Real, e já no CRAS, não se detetou qualquer problema, estando apenas ligeiramente desidratada e magra. O seu processo de recuperação envolveu uma alimentação adequada e treino de vôo e de caça numa câmara exterior, juntamente com outras corujas-do-mato.

Deixamos aqui uma reportagem do PORTO CANAL, que aborda todo o projecto da ECO-escola de Ferreiros e ainda inclui a devolução desta coruja-do-mato (a partir do minuto 20).

Porto Canal(a partir do minuto 20)

http://portocanal.sapo.pt/um_video/zGYZjuPR7sBhbrAn4voG

SIC:http://www.pt.cision.com/cp2013/ClippingDetails.aspx?id=d71a29dd-9e81-4090-9487-6c8510c59820&userid=f5ff62a5-1759-411c-b887-a04bd9a16fc2

Devolução à Natureza de corujas-do-mato

A 16 de novembro foram devolvidas à Natureza duas corujas-do-mato (Strix aluco), uma na Escola EB 2,3 de Pedras Salgadas e a outra durante uma atividade de observação de aves com o Clube de Ornitologia de Vila Pouca de Aguiar.

Ambas as corujas deram entrada no CRAS HVUTAD ainda crias, encaminhadas por particulares que as encontraram muito debilitadas na berma de uma estrada. No CRAS, e após um exame físico completo, não se detetou qualquer problema com estas duas corujas, sendo que o seu processo de recuperação envolveu uma alimentação adequada e treino de vôo e de caça numa câmara exterior, juntamente com outras corujas-do-mato.

Na devolução que decorreu na Escola de Pedras Salgadas estiveram presentes cerca de 60 alunos da primária e respetivos professores. Já a segunda coruja-do-mato foi devolvida por alguns alunos da Escola de Vila Pouca de Aguiar que fazem parte do Clube de Ornitologia do mesmo concelho.

Agradecemos a gentileza quer da Escola EB 2,3 de Pedras Salgadas quer do Professor Paulo Belo em ceder as fotografias e vídeo das devoluções.

As fotos e o vídeo das devoluções já se encontram disponíveis na nossa página do facebook: https://www.facebook.com/crashvutad/?hc_ref=NEWSFEED&fref=nf

Devolução à Natureza de corujas-do-mato

A 18 de novembro foi devolvida à Natureza uma coruja-do-mato (Strix aluco) na aldeia de Quintã, em pleno vale da Campeã. Esta devolução contou com a presença de cerca de duas dezenas de alunos e professores da Escola da Boavista, que demonstraram um grande interesse em aprender mais sobre as corujas e o que fazer caso encontrem um animal selvagem ferido.

Esta coruja ingressou ainda cria no CRAS, tendo sido entregue por uma equipa do SEPNA de Vila Real, que a recolheu junto de uma estrada muito deprimida e debilitada. Durante o exame clínico apenas se detetou algum grau de desidratação, o qual foi imediatamente reposto. O restante processo de recuperação envolveu uma alimentação adequada e treino de vôo e de caça numa câmara exterior, juntamente com outras corujas-do-mato.

O vídeo da devolução já se encontra disponível na nossa página de facebook: https://www.facebook.com/crashvutad/?hc_ref=NEWSFEED&fref=nf

Devolução de coruja-do-mato

A 20 de novembro foi devolvida à natureza uma coruja-do-mato (Strix aluco), no âmbito do III Encontro Micológico de Vila Real organizado pela RUPESTRIS.”

As fotografias da devolução já se encontram disponíveis na nossa página do facebook: https://www.facebook.com/crashvutad/?hc_ref=NEWSFEED