Foto: Interact
[Imprimir]

Realizaram-se a 16  de Novembro, na UTAD, as primeiras Jornadas INTERACT – Integrative Research in Environment, Agro-Chains and Technology.

O INTERACT é um projeto que está a ser desenvolvido pela UTAD e que pretende conhecer as oportunidades e o potencial produtivo com base na economia local, particularmente no domínio dos recursos agroalimentares assentes na produção animal (carne e leite), vegetais, frutas, azeitonas, nozes, vinho, floresta e flora nativa, e plantas medicinais.

O objetivo é aumentar a produção, e a qualidade de produtos (adicionando valor comercial) decorrentes das principais culturas na região norte, o que obriga ao desenvolvimento de tecnologia específica e obter valor adicional a partir dos resíduos e efluentes resultantes dessas cadeias de produção, explorando portanto a sua valorização, preservando a sustentabilidade e a biodiversidade.

A proposta global do INTERACT integra três linhas de investigação: Inovação para Cadeias Agroalimentares Sustentáveis (ISAC), em articulação as linhas: Bio economia e Sustentabilidade (BEST) e Viticultura Sustentável e Produção de Vinho (VitalyWine). Estas linhas estão em ligação estreita com os grupos de Investigação do Centro de Investigação e de Tecnologias Agroambientais e Biológicas (CITAB), nomeadamente Eco integridade, Engenharia de Biossistemas e Cadeias Agroalimentares Sustentáveis, a que se juntam outros especialistas nas áreas da socio-economia, química, ecologia, geologia, biologia molecular ou ciências veterinárias, participando assim diversos investigadores de outros centros da UTAD, nomeadamente o Centro de Química, CETRAD e CECAV.

Com entrada livre a todos os interessados, estas jornadas contaram com a participação de vários investigadores que apresentaram diversos trabalhos de investigação dentro das linhas do INTERACT.

Financiado pelo Sistema de Apoio à Investigação Científica e Tecnológica e fundos FEDER, tem a duração de 3 anos, um investimento elegível de mais de quatro milhões de euros, envolve cerca de 70 investigadores da UTAD e vai proporcionar cerca de 40 ofertas de emprego científico.