Foto: Prémio ATG-Ciência Viva contempla aluno da UTAD
[Imprimir]
O Prémio Ciência Viva – All Time GABBAs (Associação Alumni do Programa Doutoral GABBA) contemplou, com o segundo lugar, um trabalho realizado pelo estudante da UTAD, José Pedro Sequeira, a frequentar o curso de Genética e Biotecnologia, em co-autoria com Diogo Pontes, aluno do 12º ano do curso Ciências e Tecnologias, na Escola Secundária de Gondomar.
O trabalho realizado traduziu-se num relatório de estágio no Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (i3S), no qual os dois jovens integraram num grupo que investigava “Biomarcadores em Cancro – Testar a associação entre processos de EMT e MET à progressão de cancro”, e onde assistiram de perto ao desenrolar da investigação e puderam realizar algumas técnicas, como Real-Time PCR.
O relatório apresenta a investigação e os resultados obtidos ou esperados nesse estágio. Segundo o preâmbulo do trabalho, «o grande desafio do cancro centra-se na existência de poucas terapias direcionadas, o que o torna numa das maiores causas de morte a nível mundial. A grande mortalidade é, principalmente, derivada de um diagnóstico tardio, o que dificulta o seu tratamento. Deste modo, a necessidade de descobrir novas formas de diagnóstico, menos invasivas e que permitam uma deteção do cancro num estado inicial, leva à investigação de novos biomarcadores.»
O artigo poderá ser visto aqui​