[Imprimir]

Reconhecendo a importância da formação pedagógica de professores do ensino superior, a UNorte.pt desenvolveu um projeto a implementar nas 3 Universidades (UTAD, Porto e Minho), o “Plano de Formação Pedagógica e de Competências Pessoais para Docentes”, que visa contribuir para a melhoria da qualidade da formação de docentes nestas IES, fundamentalmente através da partilha e divulgação de experiências e práticas.

Neste contexto, a UTAD, em colaboração com as Universidades do Porto e Minho, realizou um ciclo de ações de formação, dinamizado por docentes das destas três instituições. O programa constou de 12 iniciativas abordadas numa perspetiva de troca de experiências sobre metodologias e técnicas de ensinar, avaliar e motivar os alunos, tendo as ações decorrido de 19 a 31 de janeiro com um total de 155 docentes inscritos o que “reflete o grande interesse do corpo docente da Utad po este tipo de iniciativas”.

Hoje em dia a necessidade de atualização permanente de conhecimentos, competências científicas e pedagógicas por parte do corpo docente, reforçada pela implementação do Processo de Bolonha, está forçosamente relacionada com o próprio desenvolvimento profissional docente, situações que, consideramos, contribuem para a melhoria da qualidade de ensino. Por outro lado, sublinha-se, entre outros aspetos, que ser professor obriga a desempenhar papéis e funções muito diferentes, exigidos por uma população estudantil com características sociais, culturais, étnicas e etárias muito diversificadas.

Com efeito, não bastam os conhecimentos específicos e a experiência profissional para atender à grande exigência do ensino superior, o domínio da didática, a interdisciplinaridade, a flexibilidade, o uso das tecnologias e o bom relacionamento com os estudantes mas também a sua motivação são competências essenciais para o êxito na prática docente.