Foto: Catarina Pinheiro Mota
[Imprimir]

O Programa conta com a participação de 35 representantes de 23 países. Portugal terá dois representantes, um da UTAD e outro da Universidade do Porto.

Catarina Pinheiro Mota, docente do Departamento de Educação e Psicologia da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) vai colaborar na Ação COST CA16102 (European Network on Individualized Psychotherapy Treatment of Young People with Mental Disorders), uma rede europeia que se dedica ao tratamento psicoterapêutico individualizado de jovens com doenças mentais.

A participação será especificamente na Acção TREATME cujo objetivo principal é criar uma rede europeia de investigadores multidisciplinares sustentáveis, centrada na psicoterapia individualizada para jovens com transtornos mentais.  A rede promove aplicações de financiamento colaborativo e atende a desafios sociais ligados à saúde mental e abre caminho para a adequação da pesquisa em saúde mental às necessidades dos jovens na Europa.

Segundo a COST (Rede europeia de Investigadores), cinquenta por cento dos transtornos de saúde mental de vida começam aos 14 anos, e o número aumenta para setenta e cinco por cento na idade de 24. Estes estão associados a custos diretos e indiretos, incluindo sofrimento pessoal, custos para a família e os amigos, assistência médica de alta qualidade, obstáculos ao emprego e desempenho no trabalho, pobreza e privação económica e exclusão social.

Ainda segunda a mesma organização, o “Roteiro para a Investigação em Saúde Mental na Europa” conclui sobre a necessidade de esforços coordenados e multidisciplinares para melhorar o conhecimento sobre o tratamento psicológico individualizado para os jovens. A Psicoterapia funciona para os mais frequentes transtornos mentais, como a ansiedade e a depressão. Diferentes modalidades de psicoterapia funcionam em média igualmente bem. No entanto, pouco se sabe sobre o funcionamento das diferentes modalidades de tratamento (mecanismos de mudança/ mediadores) ou para quem (marcadores/moderadores específicos).

Ao todo participam nesta Acção COST 35 representantes de 23 países. Catarina Pinheiro Mota da UTAD e um investigador da Universidade do Porto representarão Portugal neste programa.

Mais informação sobre o programa [VER]

Nota Biográfica de Catarina Pinheiro Mota

É Professora Auxiliar no Departamento de Educação e Psicologia da Universidade de Trás-os Montes e Alto Douro – UTAD. Atualmente diretora do Curso do 1º e 2º ciclos de Psicologia na UTAD. Pós-Doutorada em Psicologia pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto. Doutorada em Psicologia (Consulta Psicológica e Familiar) pela mesma Faculdade. Licenciada em Psicologia Clínica pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde – Norte. Psicoterapeuta (Sociedade de Psicoterapia Centrada no Cliente e Abordagem Centrada na Pessoa). Membro Integrado do Centro de Investigação da Universidade do Porto. Membro da Comissão Editorial da Revista Eletrónica de Educação e Psicologia (EduPsi) e revisora em várias revistas internacionais. Tem vindo a desenvolver trabalhos de investigação no âmbito da vinculação na adolescência e jovem adulto (individuação, resiliência, bem-estar, competências sociais, saúde mental); processos inerentes à configuração familiar (tradicional, divorciada,…); acolhimento residencial de crianças e jovens; e ainda no âmbito da Psicologia Clínica (estudos de caso) e Psicoterapia, apresentando vários trabalhos publicados na área.

Para mais informação contatar:

Rosa Rebelo | Assessoria de Comunicação | UTAD

259 350 160 | 932 148 809 | rorebelo@utad.pt