Foto: Ouriço Cacheiro
[Imprimir]

Mostrar a riqueza da vida selvagem existente no território foi o principal objetivo desta iniciativa que contou com diversas atividades dedicadas a diversos públicos

A Câmara Municipal de Vila Real (CMVR) em parceria com a UTAD e o Centro de Recuperação de Animais Selvagens do Hospital Veterinário da UTAD comemorou o Dia Mundial da Vida Selvagem a 3 de março.

O dia iniciou-se com a atividade “A Biodiversidade à Sua Porta”, onde o Serviço de Ambiente da CMVR e elementos da UTAD explicaram aos cidadãos a riqueza da fauna e floras do território, revelando ainda a “existência de muitas espécies que passam despercebidas aos olhos da sociedade, mas que são fundamentais para a manutenção do equilíbrio dos habitats”.  Este momento foi aproveitado para lançar o desafio aos vila-realenses, para que estes se “constituam como agentes ativos na identificação desse património”. O projeto “A Biodiversidade à Sua Porta” é uma iniciativa cofinanciada pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR).

Durante a tarde, foi organizada uma atividade de observação de aves, no abrigo do Observatório da Biodiversidade de Vila Real, local com uma grande diversidade deste grupo faunístico. Ainda no Observatório e com o apoio do Centro de Recuperação de Animais Selvagens do Hospital Veterinário da UTAD, foi libertado ao seu habitat natural um ouriço-cacheiro que foi recuperado nesse Centro e que havia sido resgatado pela equipa do Centro de Ciência de Vila Real nas imediações do rio Corgo. Neste dia foi também realizada uma sessão de observação de fauna noturna de aves e morcegos, entre outras espécies.

O dia Mundial da Vida Selvagem é comemorado desde 2013, tendo sido instituído pela ONU para assinalar a data da assinatura da CITES (Convention on International Trade in Endangered Species of Wild Fauna and Flora/Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies da Fauna e Flora Selvagem Ameaçadas de Extinção). Na edição de 2017, o evento a decorrer em Vila Real integra a agenda mundial da ONU para a comemoração do dia (World Wildlife Day), sendo até à data a única localidade da Península Ibérica a estar inscrita na agenda internacional (www.wildlifeday.org).