Foto: Sessão abertura XXI EIRI
[Imprimir]

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) realizou nos dias 6 e 7 de abril o seu XXI Encontro Internacional de Reflexão e Investigação (EIRI) em torno de relevantes temáticas na área das Letras, para o que contou com a presença de várias dezenas de investigadores de instituições de ensino superior de Portugal e do Brasil.

Associaram-se assim ao evento, através das cerca de meia centena de comunicações científicas, para além da UTAD, instituições como a Universidade Nova de Lisboa, o IPB, Instituto Camões, Universidade do Porto, Universidade do Minho, Universidade Fernando Pessoa, Universidade Estadual Vale de Acaraú (Brasil), UBI, Universidade de Coimbra, Universidade de Passo Fundo (Brasil), Instituto Politécnico do Porto e Universidade Lusófona.

A abrir os trabalhos, usaram da palavra o pró-reitor José Luís Mourão, em nome do reitor, o presidente da Escola de Ciências Humanas e Sociais (ECHS) José Belo, a docente Isabel Alves, em nome dos organizadores, e o diretor do Departamento de Letras, Artes e Comunicação (DLAC) Carlos Assunção. A este último, recentemente eleito e empossado no cargo, coube fazer a história destes encontros de reflexão com mais de duas décadas de existência ininterrupta, e que, de ano para ano, vê ampliada e consolidada a qualidade dos trabalhos. Assinalou também como mais relevante, em relação ao EIRI deste ano, a grande presença de alunos de mestrado e doutoramento a apresentarem comunicações, um fator que abre perspetivas muito esperançosas para o futuro destes encontros.

Os trabalhos distribuíram-se por cinco painéis específicos: Ciências da Comunicação; Ciências da Cultura; Artes; e Literatura e Ciências da Linguagem. As intervenções abrangeram temáticas desde as Ciências da Cultura, o Teatro, a Neurofilosofia, o Jornalismo, a Publicidade, cruzando as questões de género, a comunicação autárquica, os jornais da época do Estado Novo e da Revolução, entre muitos outros assuntos. A encerrar os trabalhos, o encontro foi ainda enriquecido com a participação da atriz Maria Henrique que falou de formação artística e da sua própria trajetória de vida no universo plural das artes e da formação.