Foto: Jogos
[Imprimir]
A Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD), em conjunto com os Serviços Sociais da UTAD e a Reitoria da UTAD, realizaram, pelo segundo ano consecutivo, os “Jogos Sem Fronteiras”, uma atividade de cariz lúdico e desportivo, que se destina aos novos alunos da academia transmontana.
António Vasconcelos, presidente da direção da AAUTAD, explicou que o objetivo maior foi “criar um ambiente que permitisse o contato dos novos alunos com os colegas das diversas escolas integradas na academia transmontana, uma vez que nas primeiras semanas estão centrados nos seus cursos e respetivas escolas, e acabam por não criar uma ligação com os restantes caloiros”.
No ano transato, realizou-se uma primeira edição dos “Jogos Sem Fronteiras”, numa base mais experimental, mas dado o sucesso da atividade, este ano a AAUTAD coloca a fasquia mais alta.
“Para esta segunda edição dos Jogos Sem Fronteiras, quisemos criar um evento com mais impacto e mais abrangente, daí que aumentámos o número de jogos, e estiveram presentes mais de dois terços dos caloiros que entraram na academia transmontana até ao momento”, sublinhou o dirigente académico.
Os jogos, na sua maioria de cariz popular ou envolvendo insufláveis, são todos de âmbito coletivo, obrigando a que haja colaboração e parceria entre alunos de cursos diferentes.
Os “Jogos Sem Fronteiras” realizaram-se durante o dia 27 de setembro, no Parque Corgo, em Vila Real.
Fonte: AAUTAD