Foto: Waves
[Imprimir]

Cerca de centena e meia de participantes, entre os quais se contavam investigadores de todo o mundo, estiveram presentes, de 21 a 23 de Setembro, na UTAD, no Xth International Symposium on Wild Fauna (ISoWiF2017), organizado por esta Universidade em parceria com a Sociedade Euromediterrânea de Vigilância de Fauna Selvagem (WAVES Portugal).

Considerado um dos mais importantes simpósios internacionais para debater a fauna selvagem, teve a colaboração das Universidades de Léon (Espanha), de Nápoles (Federico II – Itália), da Tessália (Faculdade de Ciências Veterinárias – Grécia) e de Medicina Veterinária e Farmácia em Kosice (República da Eslováquia).

Para além dos investigadores, participaram no evento estudantes, técnicos de gestão e conservação da fauna selvagem, veterinários, representantes de entidades governamentais, laboratórios de diagnóstico e empresas de gestão de fauna selvagem, entre outros. Cumpriu-se assim o grande objetivo que foi o intercâmbio internacional de ideias e pesquisas, bem como o debate dos temas multidisciplinares, desde a gestão e conservação da vida selvagem, à saúde animal e às políticas relacionadas com a temática.

Em destaque estiveram assim experiências de gestão e conservação da fauna selvagem, o uso das tecnologias de fotografia e vídeo como ferramenta central de pesquisa e conservação nos tempos modernos, imagens fotográficas da fauna selvagem vistas por olhos profissionais e pesquisadores, doenças da fauna selvagem sob a abordagem One Health, efeitos das mudanças ambientais na fauna e nos habitats selvagens e gestão de espécies invasoras e de pragas na perspectiva da União Europeia. Houve também a apresentação de imagens fotográficas de espécies de vários cantos do mundo e foi possível conhecer experiências de conservação e maneio de espécies selvagens em vários países, destacando-se a divulgação do que vem sendo feito em termos de biodiversidade e conservação da vida selvagem em Vila Real.