Foto: Alunos EBW+
[Imprimir]
Realizou-se em Brasília nos dias 20 e 21 de novembro, a reunião final do Projeto EBW+ tendo sido seguida por uma sessão de formação para responsáveis e técnicos de serviços e gabinetes de relações internacionais, com elevada participação de universidades e outras instituições de ensino superior brasileiras.
Este Projeto, desenvolvido no âmbito do Programa Erasmus Mundus, Ação 1, Medida 9, Brasil, foi coordenado pela Universidade do Porto e envolveu 20 instituições europeias e brasileiras de ensino superior, assim como 12 instituições associadas. Os objetivos foram (1) o enriquecimento mútuo das instituições europeias e brasileiras através do intercâmbio de pessoas e de conhecimento, (2) a melhoria da cooperação internacional entre as instituições envolvidas, contribuindo para um melhor desempenho socioeconómico dos países, e (3) a promoção da transparência e do reconhecimento dos estudos e qualificações ao nível internacional.
No seu âmbito foram concretizadas 155 mobilidades de instituições do Brasil para instituições da União Europeia, envolvendo estudantes de diferentes ciclos, docentes e investigadores, assim como membros dos corpos técnico e administrativo.
A UTAD foi a instituição europeia que mais bolseiros acolheu, com 28 participantes de 15 universidades brasileiras, 14 em 2015/16 e 14 em 2016/17, com uma média de estadia de 5 meses, dos quais 15 estudantes de licenciatura, 10 técnicos e administrativos, 2 estudantes de doutoramento e um de pós-doutoramento.
Na reunião de Brasília o Vice-Reitor da UTAD para Internacionalização, Artur Cristóvão, apresentou um balanço muito positivo desta iniciativa, traduzido no sucesso dos estudantes e na excelente avaliação global feita pela generalidade dos participantes. Na sessão de formação, o Vice-Reitor foi convidado para falar sobre “Strategies to ensure the overall internationalisation of the University”, numa sessão moderada pela Diretora do Serviço de Relações Internacionais da Universidade do Porto, Bárbara Costa.