Foto: Comissário da PSP João Martins
[Imprimir]

A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Vila Real realizou no dia 10 de janeiro na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro uma ação de sensibilização e informação sobre terrorismo. A atividade, dirigida à Academia e à comunidade em geral, inseriu-se no âmbito de outras intervenções já realizadas pela PSP, em espaços estratégicos da cidade, com o intuito de informar a população e fomentar o debate acerca de ataques extremistas.

O Comissário da PSP, João Martins, destacou que as forças de segurança pública de Portugal têm atuado com foco na prevenção de ações terroristas, com o objetivo de conscientizar e munir os cidadãos de informação sobre como agir no caso de ataque. Tratando-se de um conceito de terrorismo, explicou que as investidas privilegiam locais de grande concentração de vidas humanas e têm caráter imprevisível. Referiu ainda que, segundo estudos realizados pelo FBI, escolas e universidades locais de maior ocorrência desse tipo de crime.

João Martins identificou ainda como agir em caso de ataque de um atirador/agressor ativo (indivíduo que tem a intenção de matar sem ter um padrão para a selecção das vítimas), dando indicações sobre fuga, auto-proteção e contato com a polícia, como as três ações básicas na eventualidade de ataques dessa natureza.

Por fim, o Comissário, abordou casos de terrorismo no mundo e na Europa ocorridos desde o 11 de setembro de 2001, sublinhando como este fenómeno mudou os procedimentos de segurança pública irreversível e globalmente. Informou ainda que Portugal em termos de acontecimento de ataques terroristas possui uma estratégia nacional de combate a essa ameaça, mantendo um grau moderado.