Foto: Aula Magna
[Imprimir]

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro realizou no dia 10 de janeiro o II Congresso Internacional das Ciências do Desporto e Reabilitação, numa organização do Núcleo de Estudantes de Desporto. A ação integrou unidades de formação dirigidas a técnicos e estudantes de Ciências de Desporto e Reabilitação, tendo como objetivo sublinhar a importância da atividade física em diferentes contextos como, por exemplo o rendimento, a reabilitação e o fitness.

As diversas palestras, que decorreram ao longo do dia, foram pensadas para dotar o público, de ferramentas de intervenção nas áreas em relevo, como medicina do exercício, psicomotricidade e desporto de alto rendimento. A importância da atualização teórica a respeito do treino desportivo e o papel do treinador enquanto gestor de risco de lesões atléticas foram alguns dos tópicos abordados.

A trajetória do atleta vila-realense, Mário Trindade, foi também destaque no Congresso. Este participou nos Jogos Paralímpicos de 2016, no Brasil, tendo como treinadora, a também docente da UTAD, Eduarda Coelho, cuja participação descreveu o trabalho realizado com o desportista, ao longo de 13 anos.

O José Vilaça Alves, responsável pela atividade, considera que este congresso cumpriu os fins propostos, tendo permitido aos estudantes da instituição, e aos demais participantes, o alargamento do conhecimento através do contato com investigadores e treinadores de diferentes países e especialidades.