Logo: UTAD
[Imprimir]

Douro Creative Hub dá voz a exemplo de sucesso.

O Salão Nobre do Teatro Ribeiro Conceição, em Lamego, vai servir de palco, no dia 22 de fevereiro, para mais uma palestra realizada no âmbito do projeto Douro Creative Hub, desta feita sobre a experiência da “Oliva Creative Factory – Da indústria do Ferro à indústria da Criatividade”.

O encontro está marcado para as 15h e a entrada é gratuita.

A oradora, Carla Relva, vai apresentar a experiência da Oliva Creative Factory, um “espaço de excelência nas indústrias criativas”, dinamizado pelo Município de São João da Madeira.No coração da antiga fábrica da Oliva, bastião da metalurgia pesada portuguesa que marcou a história económica, industrial e arquitetónica de Portugal, nasceu um polo criativo que pretende renovar a economia da região. Transformar a criatividade em negócios competitivos é o lema da Oliva Creative Factory, uma incubadora de ideias, criatividade e cultura.

Esta é a terceira de várias palestras previstas pelo projeto Douro Creative Hub que, dinamizado pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), pretende trazer para a discussão pública os conceitos e a importância da economia criativa no desenvolvimento social e económico das regiões.

O DOURO-C | Douro Creative Hub é um projeto promovido pela UTAD e pretende identificar, dinamizar e promover as Indústrias Criativas nos 19 municípios que compõem a região

Douro Creative Hub

NUT III Douro. É expectável que ao trabalhar nestas três vertentes, o Douro Creative Hub contribua para a valorização dos recursos da região – humanos, materiais e imateriais – e que sirva de rampa de lançamento para o primeiro Polo das Indústrias Criativas no interior de Portugal. Fazem parte das Indústrias Criativas todas as atividades que têm a sua origem na criatividade individual, habilidade e talento e com potencial de criação de emprego e riqueza, através da geração e exploração da propriedade intelectual(artes performativas e visuais, literatura, edição, moda, cinema, música, arquitetura, turismo cultural, gastronomia, artesanato e joalharia, rádio, televisão, software educacional, de entretenimento e outros, design e publicidade), produzindo bens e serviços com objetivo de mercado, segundo o conceito defendido pela ADDICT – a Agência para o Desenvolvimento das Indústrias Criativas em Portugal.

O Douro Creative Hub é financiado pelo Norte 2020 (cofinanciado pelo FEDER e pelo Estado Português), através do Sistema de Incentivo às Ações Coletivas (na medida “Dinamização dos Espírito Empresarial”) na Tipologia de intervenção 51- Empreendedorismo Qualificado e Criativo, do Programa do NORTE2020.

Site do Projeto: http://www.dourocreativehub.pt

Programa [VER ]