Foto: Sara Santos
[Imprimir]

Pela primeira vez, o galardão da Creative Education Foundation foi atribuído em Portugal, à investigadora do Centro de Investigação em Desporto, Saúde e Desenvolvimento Humano (CIDESD) Sara Santos. A Ruth B. Noller Research Grant distingue a investigação emergente no domínio da criatividade.

«É uma honra receber esta distinção, mas o meu trabalho só tem sido possível graças ao apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) e do CIDESD, sediado na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), que tanto contribuem para o desenvolvimento científico internacional», realça a investigadora.

Das 31 candidaturas recebidas na edição de 2018, a Creative Education Foudation distinguiu um projecto do CIDESD que explora como ambientes activos, como sejam a prática desportiva em clubes ou a educação física nas escolas, potenciam o desenvolvimento da criatividade.

«Estamos muito honrados pela atribuição de um prémio com tanto prestígio internacional. A investigação liderada pela Sara Santos é um contributo excepcional para a compreensão dos mecanismos que suportam o desenvolvimento da criatividade humana», afirmou o director do CIDESD, Jaime Sampaio.

Nas edições anteriores, a Ruth B. Noller Research Grant foi atribuída nos EUA e em Singapura. Em 2018, a vencedora foi a jovem portuguesa Sara Santos, depois de ter defendido a tese de doutoramento “The spawns of creative behaviour: exploring the role of enrichment environments to foster creativity in team sports”. Aos 29 anos, a investigadora do CIDESD lecciona na UTAD e no Instituto Universitário da Maia (ISMAI).

Fonte: CIDESD