Foto: UTAD
[Imprimir]

A UTAD e o Teatro de Vila Real acolheram uma seleção de filmes do Festival Olhares do Mediterrâneo – Cinema no Feminino, que durante três dias mostrou (mais) um pouco desta parte do Mundo, discutindo-se questões e temas tão urgentes como críticos que marcam, não só os tempos atuais como a história das suas sociedades. O filme, neste sentido, “garante acessos hápticos a tantas estórias escondidas e por revelar”.

Com um olhar marcado pelo envolvimento ativo das mulheres na produção ou realização das obras, as seis sessões contaram com a participação de docentes e investigadores da UTAD e de um público da Academia e da cidade de Vila Real que ajudou aos interessantes debates que se propuseram como sequelas à exibição dos filmes.

Esta foi mais uma iniciativa do Grupo Missão Cultura da UTAD, que espera manter e reforçar no próximo ano, com a abertura a novos públicos e eventos paralelos. O cinema, a par de outras produções artísticas, tem possibilitado à UTAD explorar novas fronteiras e possibilidades de diálogo com outros institucionais, outros autores, outros olhares e outras vozes. As artes são facilitadoras de novas possibilidades de ser e estar no mundo – fomentando esse aprender a aprender e uma atenção outra às coisas de nossa casa, o Mundo. Eventos através dos quais a UTAD procura, muito justamente, criar pontes com todos os outros que habitam esta (nossa) casa comum.