Foto: 20 anos turismo
[Imprimir]

A celebração dos 20 anos da licenciatura em turismo da UTAD teve início no dia 21 de março no DESG (Pólo II da ECHS), com a inauguração de uma exposição sobre SIG, mapas e turismo, protagonizada pelos docentes Alexandre Guedes e Lina Sofia Gomes, juntamente com os alunos do atual 3º Ano de Turismo. A sessão foi aberta pelo diretor do DESG, Carlos Fonseca, o diretor da licenciatura em turismo, Xerardo Pereiro, e o responsável pela exposição, docente e técnico de turismo de TPNP, Alexandre Guedes. Os docentes destacaram o valor da exposição, a importância de envolver os alunos na dinâmica do curso, e o processo de ensino aprendizagem de um necessário enfoque territorial do turismo e dos elementos patrimoniais.

Durante a tarde, e após um almoço de homenagem a antigos diretores, docentes e ex-alunos do curso, teve lugar um seminário, no auditório 1.11 do Pólo I da ECHS, que pôs abordou o passado, presente e futuro desta licenciatura emblemática da UTAD. A sessão foi aberta pelo reitor, António Fontainhas Fernandes, que frisou a importância do turismo no mundo, as novas tendências e o papel da UTAD na formação de um turismo com identidade. Também lançou aos mais de 150 participantes no evento, o desafio de abertura de um mestrado e um doutoramento em turismo na UTAD. De seguida, o presidente da Escola de Ciências Humanas e Sociais (ECHS), Manuel Luís Tibério, afirmou que o turismo na UTAD é “um jovem maduro” e destacou a simbiose entre alunos e docentes, salientando a importância destes atos para a construção de uma memória que fundamente o futuro, e para o fortalecimento desta área de formação estratégica na UTAD. Idealizou também “um curso para o mundo” e “uma região de turismo” em relação ao Douro, lançando também o desafio da reabertura de um mestrado em turismo. Por sua vez, Patrícia Martins, vice-diretora do Departamento de Economia, Sociologia e Gestão (DESG), louvou a iniciativa e apresentou alguns dados macroeconómicos do turismo em Portugal (5,6% do PIB e 9% do emprego total em 2017), para, de seguida, manifestar o apoio da direção do DESG à direção da licenciatura em turismo (Xerardo Pereiro e Ricardo Bento) na dinâmica que estão a impregnar ao curso.

A sessão de abertura foi encerrada pelo atual diretor da licenciatura em turismo, Xerardo Pereiro, quem em nome da direção do curso, agradeceu todos os apoios ao curso, apresentou alguns números reveladores do sucesso crescente do curso e fez e fez também um breve relato da história da licenciatura, terminando a intervenção com alguns traços da sua identidade diferencial e notas sobre as necessidades que a licenciatura tem para melhor enfrentar o futuro.

Os trabalhos prosseguiram com dois painéis. O primeiro composto por ex-docentes e atuais docentes do curso e o segundo integrado por ex-alunos, foram momentos de revisitação das memórias sociais e visuais do curso, mas também momentos de ouvir experiências e testemunhos de sucesso de ex-alunos.

No dia seguinte, decorreram as IV Jornadas do NET (Núcleo de Estudantes de Turismo), no auditório de Ciências Florestais, com grande protagonismo dos alunos. A sessão foi inaugurada pelo vereador de turismo da CM de Vila Real, José Maria Magalhães, o diretor do curso de turismo o vice-presidente da Associação Académica da UTAD, o presidente do NET e o presidente da ECHS. O tema escolhido para debate foi o da relação entre turismo e novas tecnologias e contou com a participação de oradores académicos, técnicos e empresariais: Edgar Bernardo (UTAD- CETRAD), Helena Catão (Universidade Federal Fluminense – Brasil), Maria José David (Ecoparque de Pedras Salgadas), José Meireles (Técnico de turismo da CM de Vila Real), José Luís Martins (UTAD), Samuel Tapada (Longomai) e José Sebastião (Porto Cruz). A sessão concluiu com uma prova comentada de vinhos de Porto e uma atuação musical que fechou o evento, num ambiente de grande envolvimento e impacto dos alunos de turismo, e também de convívio e de aprendizagem e reflexão coletiva. A jornada encerrou com a IV Gala de turismo, que decorreu na Quinta de Santo António em Vila Real e atribuiu prémios da docentes e alunos do curso.