Cartaz: turbo sudoe
[Imprimir]

Com um financiamento superior a um milhão e meio de euros, o projeto “TuRBO-Sudoe: Development, validation and demonstration of a model based on a network of ‘TRansference BrOkers’ for direct technology transfer between R&D centres and companies in the SUDOE territory”, conta com a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) como entidade parceira, essencialmente através da participação dos centros de investigação CITAB e também pontualmente do Centro de Química de Vila Real e Centro de Ciência Animal e Veterinária. A coordenação do projeto é efetuada pela Universidade de Burgos, sendo a participação da UTAD coordenada por Eduardo Rosa.

Este projeto visa a melhoria dos processos de transferência de conhecimento, a fim de facilitar a sua exploração no espaço SUDOE, incentivando o setor privado a absorver as atividades de I&D e Inovação, desenvolvida por cinco entidades (UTAD, Universidade de Burgos, Universidade de Málaga, Universidade de Aveiro e EnergyLab) suscetível de ser absorvida por três clusters empresariais (Fedacova, CAAR e Mecanic Vallée) que assim constituem a fonte de procura de tecnologia. O projeto foca-se em três setores estratégicos, designadamente agroalimentar, energia e automóvel, e as TIC como área transversal.

No processo de transferência de conhecimento e tecnologia para o mercado, o projeto pretende propor um modelo inovador que implica a sua demonstração em ambiente real, através de um “Transference Broker” que atua na interface INVESTIGAÇÃO-MERCADO, procurando assim maximizar esta transferência.

O espaço SUDOE compreende um território europeu estratégico, no âmbito da programação comunitária 2014-2020, de que fazem parte Espanha (comunidades autónomas), França (regiões do sudoeste), Portugal (continental), Reino Unido (Gibraltar) e o Principado de Andorra.