Projeto internacional CULTOUR+ encerra atividade com balanço positivo

Reforçar as capacidades profissionais de quem trabalha ao longo de uma seleção de caminhos de peregrinação, perto de estâncias termais históricas, em Portugal, Espanha, Itália, Grécia, Bulgária e Polônia, foi o objetivo do projeto Erasmus+ “CULTOUR+ Innovation and Capacity Building in Higher Education for Cultural Management, Hospitality and Sustainable Tourism in European Cultural Routes”, que teve inicio em setembro de 2015 e terminou em fevereiro de 2018.

Este projeto europeu envolveu nove equipas, entre elas uma da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) que contribuíram para estimular o turismo religioso, cultural e termal ao longo de uma seção de um caminho de peregrinação. No caso de Portugal, o Caminho Português Interior de Santiago de Compostela (CPIS), foi o visado.

Foram desenvolvidas duas linhas em simultâneo neste projeto: o acompanhamento de microempresários com formação a nível superior e dispostos a investir na área do turismo cultural e também a realização de investigação científica que, aliadas, apostaram na inovação, aproveitando a troca de experiências entre os elementos do triângulo “conhecimento universitário”, “empreendedores” e “saberes locais”.

Neste sentido, foi lançado um concurso internacional para desenvolvimento de planos de negócios, para empresas da área, por docentes e investigadores da UTAD, em que foram acompanhadas as empresárias Cristiana Pires da empresa “Living Chaves”; Rosa Cramez, da “Casa Lapão” e Margarida Fernandes da empresa “Walking Inside Out”.

Na vertente investigação, Xerardo Pereiro, investigador da UTAD, liderou a equipa que analisou o comportamento dos turiperegrinos ao longo do CPIS; Veronika Joukes, também da UTAD acompanhou a equipa que refletiu sobre o potencial do turismo termal ao longo do mesmo caminho e numa terceira equipa, foram envolvidos os alunos do primeiro ano da licenciatura em Economia, que se debruçou sobre o estimulo do empreendedorismo nos estudantes da UTAD.

Neste projeto foi ainda desenvolvido o curso intensivo de verão “Cultural Tour Guiding. Theory & Practice” em julho de 2017, dirigido um público internacional, e criado o curso gratuito online  “Creativity, capacity building and business ideas for cultural management and tourism” com seis módulos que permite adquirir competências na área da gestão do turismo cultural (http://e-learning.utad.pt/CULTOUR+/).

“A realização deste projeto Erasmus+ criou inúmeras oportunidades de colaboração a nível regional e internacional, de aprofundamento e partilha de conhecimento científico, de troca de experiências, de interajudas, fazendo a ligação da universidade aos empresários da região”, conclui Verónika Joukes.

O Projeto CULTOUR + (referência n.º 2015-1-ES01-KA203-016142) financiado pela Comissão Europeia/EACEA (the Education, Audiovisual and Culture Executive Agency), enquadrado no programa Erasmus+.