[Imprimir]

A UTAD foi palco, nos dias 9 e 10 de julho, do II Seminário Luso-Brasileiro de Educação de Adultos, em simultâneo com o I Seminário Internacional Brasil e Portugal, subordinado ao tema “Educação social e educação de jovens e adultos: questões atuais, dilemas antigos”.

O evento foi promovido, mais uma vez, pelo Departamento de Educação e Psicologia da ECHS da UTAD conjuntamente com o Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Política Pública da Educação Social e Educação do Jovem e do Adulto – GEPESEJA (linha de pesquisa do GEPLAGE/UFSCAR – Sorocaba), e contou este ano com a participação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) / Brasil.

Na reflexão e debates participaram especialistas da UTAD, das universidades do Minho e do Porto, do Instituto Piaget, de agrupamentos escolares e de várias universidades brasileiras. A educação e formação de jovens e adultos e a educação social em Portugal e no Brasil, constituíram a temática aglutinadora dos trabalhos, considerando-se as diferenças entre as realidades dos dois países, mas também os aspetos comuns, como sejam, entre outros, a falta de uma aposta contínua da política educativa neste setor e a falta de uma formação académica específica para se poder trabalhar na área.