[Imprimir]

Nesta cerimónia de adesão foram integradas 73 universidades de 29 países.

Realizada no âmbito da comemoração do VIII Centenário da Universidade de Salamanca, sob o lema “Valores universitários num mundo em mudança”, a XXX Assembleia da Magna Charta Universitatum, realizada a 17 e 18 de setembro, incluiu a incorporação de 73 universidades, entre as quais a UTAD.

Criada em Bolonha em 1988, a Magna Charta Universitatum, no espírito do humanismo europeu, proclama e defende os valores da autonomia, articulação entre ensino e investigação, liberdade académica, espírito crítico, integridade e responsabilidade social das universidades, e conta atualmente com a adesão de 891 instituições de todo o mundo.

Entre as 73 novas universidades que formalizaram a sua adesão no dia 18 de setembro, provenientes de 29 países, destacam-se nove ucranianas, oito do Reino Unido e sete norueguesas. Da mesma forma, países como Eslováquia, Polônia e Hungria contribuíram com quatro novas universidades, e a Polônia, Portugal e Alemanha com três.

A XXX Assembleia da Magna Charta Universitatum, para além da cerimónia de assinatura, carregada de grande simbolismo, inclui uma sessão presidida pelos reis de Espanha e um longo cortejo académico, com representantes de 185 universidades, entre o Pátio das Escolas Maiores da Universidade e a Praça Maior de Salamanca, onde os participantes foram acolhidos pelo Presidente de município.

O primeiro dia da Assembleia foi dedicado ao lema da Assembleia, “Valores universitários num mundo em mudança”, com um conjunto de intervenções sobre esta temática seguidas de oito sessões focadas em diferentes experiências realizadas no âmbito do projeto “Living Values”, promovido pelo Observatório da Magna Charta, que permitiram uma ampla troca de experiências entre responsáveis, docentes e estudantes das instituições presentes.

Mais informação sobre a Magna Charta Universitatum em http://www.magna-charta.org