UTAD promove concurso para identificar produtos alimentares inovadores

Está a decorrer o concurso FoodValorization, tendo já sido selecionadas 16 candidaturas para passarem à etapa seguinte. As propostas selecionadas apresentam como traço comum os cuidados com a saúde e bem-estar, substituindo ingredientes ou criando produtos que refletem as novas tendências de mercado e valorizam os produtos locais.

O Concurso FoodValorization visa incentivar a inovação alimentar e apoiar a criação de novos produtos, dinamizando a utilização dos recursos endógenos, promovendo e dando visibilidade a produtos com potencial para acrescentar valor para o setor agroalimentar, em particular para produtos transformados.

Esta iniciativa, promovida pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, encontra-se integrada no projeto NewFood que é financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) através do NORTE2020- Programa Operacional Regional do Norte.

Este concurso estrutura-se em 3 etapas, sendo que a primeira decorreu de novembro a dezembro de 2018, tendo sido submetidas a concurso 25 candidaturas. O júri de seleção, composto por representantes da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Escola de Hotelaria e Turismo do Douro-Lamego, Fundação da Casa de Mateus, Federação das Indústrias Portuguesas Agroalimentares e da PortugalFoods, determinou o apuramento das 16 candidaturas que passam agora à segunda etapa do concurso.

As propostas de inovação submetidas vão desde a utilização do mel nas mais diversas formas até à utilização do caroço de azeitona, passando pela uva moscatel, maçã, mirtilo, castanha, melão, queijo, cereja, cogumelos, trigo, ervas aromáticas, grão-de-bico até à castanha. As opções de transformação são as mais variadas e contam com aplicação em infusões, sumos, farinhas, compotas, queijos, licores, patês e bebidas energéticas.
Destaque também para os alimentos funcionais, com preocupações ligadas à promoção da saúde e do bem-estar.

As 16 candidaturas selecionadas irão receberão um voucher de 2.000€ para desenvolvimento do produto e ainda consultoria na elaboração do Modelo de Negócios.
Esta segunda etapa irá decorrer até ao início do mês de março, sendo depois escolhidos os 8 finalistas (etapa 3 e final).
Os vencedores serão conhecidos em abril, e os prémios finais terão um valor global de 7.500,00 € e serão atribuídos aos 4 finalistas mais votados.

Para mais detalhes sobre as 16 candidaturas selecionadas, poderá consultar a página do projeto em: https://www.utad.pt/gap/foodvalorization/