[Imprimir]

O programa cultural da UTAD 2018, promovido pelo Grupo de Missão respetivo, envolveu mais de 120 atividades nas áreas do cinema, exposições, aulas abertas, ciclos de conversas, conferências e outros eventos, muitas das quais realizadas em parceria com diversos agentes, em espaços dentro e fora da universidade. O tema geral foi “Em Torno do Património Cultural”.O programa assentou na habitual diversidade de iniciativas, sendo de destacar: a homenagem a Agustina Bessa Luís, que incluiu as “Tarde de Agustina” e culminou num Colóquio Internacional e na atribuição do grau de doutor honoris causa à escritora; o III Encontro Euroregional de Música e Artes Cénicas promovido pela Fundação CEER, realizado em Braga e Guimarães, que envolveu as seis universidades públicas do Norte de Portugal e da Galiza; a comemoração do Dia de África, com o contributo da Associação de Estudantes Africanos; o IV RIOS – Festival Internacional de Cinema Documental e Transmédia; os Encontros de Primavera em Miranda do Douro, que este ano contaram com duas residências artísticas e respetivas exposições; o V Festival Internacional de Teatro e Artes Performativas, que decorreu em maio e ofereceu cerca de 30 espetáculos na região; o I Festival de Coros do Ensino Superior, promovido pelo Coro de Câmara da UTAD; a comemoração do Dia Mundial da Música, com pequenos concertos em diferentes espaços do campus; as extensões dos festivais de cinema Cinanima – Cinema de Animação Espinho, CineEco – Cinema de Temática Ambiental da Serra da Estrela, DOC Lisboa e Olhares do Mediterrâneo (num total de mais de 50 filmes exibidos); e a colaboração com a Fundação da Casa de Mateus nas “Conversas sobre Ciência e Cultura”.
A estas iniciativas juntaram-se as Aulas Abertas, as “Happy Hour” sobre Nadir Afonso e Alterações Climáticas, os encontros “Luz sobre(a) Mesa” no restaurante Panorâmico, o Mercado de Natal, as intervenções do Coro de Câmara da UTAD em diversos eventos, e a celebração de três protocolos de natureza cultural, com as Associações “Portas da Bila” e “Azimute” e a Direção Regional da Cultura do Norte, este último visando realizar o levantamento de “Contos e Lendas Transmontanos” no âmbito de projeto aprovado no Orçamento Participativo de Portugal 2017.
Ressalte-se o apoio do Santander Universidades a várias destas atividades, assim como da Fundação Maria Rosa aos Encontros de Primavera em Mirando do Douro e da empresa REALVITUR Viagens e Turismo ao Dia de África.
O Grupo de Missão Cultura da UTAD foi constituído em Setembro de 2013, sob a coordenação do Vice-Reitor Artur Cristóvão, e integra atualmente 16 docentes de todas as Escolas*, para além do(s) representante(s) anualmente indicados pela AAUTAD.

*Anabela Oliveira, Isabel Alves, José Eduardo Reis e Olinda Santana do DLAC; Humberto Martins e Luzia Oca Gonzalez do DESG; Carlos Torres Almeida da Escola Superior de Saúde; Domingos Lopes do DCFAP; Eurica Henriques e Irene Oliveira do DM; Maria Emília Simões de Abreu do DG; Ângela Cardoso e Levi Leonido do DEP; Isabel Gaivão do DGB; Caroline Dominguez do DENG; e Marco Naia do DF.
Legenda da Foto: Mónica Baldaque recebeu Título Doutor Honoris Causa em representação de Agustina Bessa-Luís