[Imprimir]

Mais de 2 mil pessoas passaram este fim de semana pelo Mercado Criativo, em Vila Real.

O Mercado Criativo, uma das ações do projeto Douro Creative Hub promovido pela UTAD, aconteceu no Mercado Municipal de Vila Real, com passagem pelo Teatro de Vila Real, e contou com várias ações de dinamização das indústrias criativas da NUTS III Douro.

O Mercado Criativo abriu portas na sexta-feira à noite, no Teatro de Vila Real, com a estreia do espetáculo “Lago dos Caretos – a sagração da prima Vera” de Luís Filipe Santos, uma ideia vencedora do Prémio Douro Criativo na categoria de Música e Artes Performativas. Seguiram-se dois dias no Mercado Municipal totalmente transformado: as bancadas de venda de produtos agrícolas deram lugar a um outro espaço com direito a palco, expositores, espaço de gastronomia e de atividades dedicadas aos mais novos.

Pelo Mercado Criativo passaram concertos, mais de 30 expositores representativos dos 19 municípios do Douro, um showcooking, debates que cruzaram a arquitetura, o design e o artesanato e a apresentação de um livro que reúne 441 criativos do Douro. Para o gestor do projeto, João Calejo, “esta foi uma aposta ganha. O Mercado ganhou uma nova vida e conseguimos juntar muitos empreendedores criativos do Douro que tiveram oportunidade de mostrar os seus trabalhos e de se conhecerem criando uma nova rede de contactos. Efetivamente foi um mercado 100% Douro!”

O Mercado Municipal já voltou às suas funções habituais, mas as atividades do Mercado Criativo continuam fora de portas até 13 de abril, dia de encerramento do projeto Douro Creative Hub.

Durante os próximos dias, o Mercado Criativo e alguns dos empreendedores criativos da região,vão até às escolas do primeiro ciclo de Murça, Santa Marta de Penaguião, Tarouca, Foz Côa e Penedono com diferentes atelieres, e que pretendem contribuir para estimular a criatividade entre os mais novos.

Também inserido no Mercado, decorrerá nos dias 12 e 13 de abril uma outra ação: “A Walk on the Creative Side”, um convite para visitar uma série de espaços e agentes criativos profissionais. Será uma forma de dar a conhecer no Douro os negócios que estão a transformar o ecossistema criativo do território.  A edição zero do Walk On the Creative Side integra 28 projetos de Vila Real, Peso da Régua e Lamego. Culmina com um showcase de artistas, seguido de lanche convívio na Residência Artística – Porta dos Figos, em Lamego.

No dia 13, será o encerramento oficial do projeto Douro Creative Hub, que alberga todas estas ações, com um concerto de entrada livre no Teatro de Vila Real com a Banda Sinfónica Transmonta, projeto de empreendedores criativos que venceu o Prémio Douro Criativo na categoria de Música e Artes performativas.

O Douro Creative Hub, cofinanciado pelo NORTE 2020, FEDER e Estado Português, surgiu em 2017, e tem como objetivo identificar, dinamizar, e promover o empreendedorismo criativo da região do Douro.