[Imprimir]

A Sociedade Portuguesa de Química, através da Comissão Nacional do Ano Internacional da Tabela Periódica 2019 (AITP2019), decidiu associar-se ao Dia Internacional das Florestas e celebrar o Dia do Carbono e alertar para a importância das árvores na sua sequestração e regeneração de oxigénio através da fotossíntese.

Assim, a Comissão Organizadora do AITP2019 do Departamento de Química da UTAD realizou dois eventos tendo sido plantado no Campus da UTAD, na coleção das Fagáceas, um Quercus phillyreoides, planta oferecida pela Rupestris e 118 árvores autóctones (Pinus pinaster – Pinheiro manso, Bétula alva – Vidoeiro e Quercus róbur – Carvalho), foram plantadas em Benagouro (a cerca de 15 km de Vila Real), por um grupo de alunos das Escolas Secundárias Morgado de Mateus, de S. Pedro e da Licenciatura em Bioquímica da UTAD, acompanhados pelos respetivos professores e que visou a reflorestação de um terreno da Câmara Municipal de Vila Real.

Desta forma, pretendeu-se alertar a comunidade, em especial os jovens, para a influência da vegetação na diminuição da concentração de dióxido de carbono na atmosfera e simultaneamente, celebrou-se a Química e a importância da Sustentabilidade no equilíbrio do nosso planeta.

A realização dos eventos contou com o apoio da Pró-Reitoria para a Área do Património e Sustentabilidade, da Escola de Ciências da Vida e do Ambiente, do Jardim Botânico da UTAD, da Rupestris, da Câmara Municipal de Vila Real e de uma equipa de Sapadores Florestais.