[Imprimir]

No âmbito do projeto Douro Creative Hub, projeto promovido pela UTAD, realizou-se entre os dias 29 de março e 13 de abril, o “Douro Mercado Criativo”, sob o lema “100% Douro”.

Esta atividade, que mostrou o que de melhor o Douro tem na área do empreendedorismo criativo, arrancou a 29 de março no Teatro Municipal de Vila Real com a apresentação do espetáculo multidisciplinar “Lago dos Caretos, a Sagração da Primavera”, um dos projetos vencedores do “Prémio Douro Criativo”, que decorreu em 2018.

Nos dias 30 e 31 de março, o “Douro Mercado Criativo” decorreu no espaço do Mercado Municipal de Vila Real, onde estiveram em exposição permanente 31 empreendedores criativos, espaço de gastronomia e atividades de criatividade com crianças (espaço Kids). Durante este evento, realizaram-se workshops de arquitetura, design e gastronomia, pitch de negócios na área da economia criativa, concertos (“Sensible Soccers”, “Douro Strings Academy” e “Acrolatin”) e a apresentação e distribuição do livro “Multiplica – Diretório dos Criativos do Douro”, trabalho que resulta de uma das atividades do projeto referente ao levantamento e identificação dos criativos do Douro.

Também, na primeira semana de abril, empreendedores criativos da região dinamizaram um dia centrado nas atividades criativas (olaria, dança, música e teatro) com alunos do 1º ciclo dos concelhos de Santa Marta de Penaguião; Carrazeda de Ansiães; São João da Pesqueira; Tarouca; Vila Nova de Foz Côa; Murça.

Nos dias 12 e 13 de abril, dinamizou-se a iniciativa “A Walk on the Creative Side” que consistiu na visita a cerca de 20 espaços do eixo Vila Real, Peso da Régua e Lamego, a gabinetes, ateliês, oficinas e lojas de criativos da região. A iniciativa culminou com uma visita guiada à Casa do Artista – Solar da Porta dos Figos, pela voz do arquiteto Belém Lima, que conduziu a recuperação deste edifício. A atividade terminou com a Performance “Fragmentos de uma Anatomia”, pela Zigur Associação Cultural.

O “Douro Mercado Criativo” encerrou na noite de 13 de abril, no Teatro de Vila Real, com a exibição de um filme sobre o projeto Douro Creative Hub e um concerto da Banda Sinfónica Transmontana, outro projeto vencedor do “Prémio Douro Criativo” na categoria Música e Artes Performativas.

O “Douro Mercado Criativo” assumiu-se como uma mostra multi-temporal, multi-espacial e multi-atividades, tendo envolvido mais de 3.500 pessoas que participaram e assistiram ao vasto conjunto de atividades desenvolvidas no âmbito desta iniciativa.

O Projeto Douro Creative Hub é cofinanciado pelo Norte2020, FEDER e Estado Português iniciou-se em 2017 e encontra-se em fase de conclusão.