[Imprimir]

A UTAD realizou, no dia 23 de maio, a 1ª Feira de Emprego Qualificado – Programa ENGAGEIT, um evento apostado no reforço da ligação entre a academia e o tecido empresarial, promovendo a empregabilidade qualificada e ao mesmo tempo pondo em contacto as empresas com os jovens talentos da Universidade. Na área de exposições estiveram presentes diversas empresas e projetos de transferência de tecnologia, de incubados e spin-off da UTAD.

Na sessão de abertura, a apresentação foi feita pelo vice-reitor da UTAD para a área da Investigação e Inovação, Emídio Gomes, coordenador do evento. Por sua vez, o reitor Fontainhas Fernandes realçou a estreita ligação da Universidade com empresas de topo nas áreas da tecnologia e inovação, bem como a afirmação do campus como um espaço aberto onde os empresários podem encontrar os académicos, os jovens e seus talentos, reconhecendo também, no mesmo contexto, a importância de haver cada vez mais empresas de outras regiões a decidirem instalar-se em Vila Real. Usou também da palavra o Presidente do Município de Vila Real, Rui Santos, que traçou as grandes vantagens de investir em Vila Real, lembrando o impulso dos últimos anos, com a vinda de dezenas de empresas, em muitos casos, com emprego altamente qualificado. “O grande segredo para alavancar o nosso território – afirmou o autarca, – é a criação de emprego, relevante para a economia mas fundamental para a demografia”.

Ao longo do dia, decorreram duas sessões de debate e demonstrações com empresários, destacando-se a presença e as intervenções de responsáveis de empresas de topo como a Critical Software, Arquiconsult, Isobar, Sonae Indústria e Frulact, entre outras.

De referir também que, na véspera deste evento, decorreu um jantar-debate, onde foram abordadas as condições necessárias para atrair investimento e emprego qualificado, e que contou com as intervenções da ex-secretária de Estado da Indústria, Ana Teresa Lehmann, personalidade com elevada experiência na análise das condições críticas e necessárias à captação de IDE (Integrated Development Environment), e do Diretor Geral da Kathrein Group/Continental, Miguel Pinto, representante de um importante grupo empresarial que já concretizou investimento qualificado nesta região.