Estudantes finalistas apresentaram roteiros intermunicipais viáveis

No âmbito do projeto DOUROTUR, que pretende estimular o desenvolvimento turístico dos 19 concelhos do Douro NUTS III, foi criada uma parceria criativa e colaborativa entre os alunos do 3º ano da licenciatura em turismo da UTAD e os técnicos de turismo dos respetivos concelhos.

Aos estudantes foi lançado o desafio de criar um roteiro turístico que unisse concelhos contíguos. Para o efeito foi criada, dentro da  pagina do Projeto DOUROTUR, uma estrutura para alojar informação básica sobre os roteiros criados como (fotografias, um mapa-imagem e textos informativos).

Em janeiro de 2019, foram apresentados resultados aos técnicos de turismo de 13 concelhos, que se mostraram interessados em colaborar no sentido de tornar as propostas mais coerentes.

No 2º semestre, os docentes Veronika Joukes e Ricardo Bento da UC de opção “Roteiros turísticos” desafiaram os vários grupos a apresentar um folheto a cores e um guião técnico sobre cada roteiro. Com o objetivo de tornar os trabalhos mais realistas, os estudantes integraram as sugestões obtidas pelos diversos agentes nos workshops.

Os estudantes da licenciatura em Turismo da UTAD tiveram assim a “oportunidade de executar um trabalho através da técnica problem/project based learning. É uma experiência importante no seu curriculum porque no turismo é um desafio constante encontrar soluções para contextos sempre complexos e dentro de um tempo limitado”, afirmou Veronika Joukes.

Este trabalho motivou também os técnicos de turismo, tendo sido criado um roteiro de dois dias em concelhos do Douro NUTS III pelas técnicas de Torre de Moncorvo, Paula Salema e Sofia Teixeira, do Município de Armamar que incluíram além dos seus concelhos, Freixo de Espada-a-Cinta, Vila Nova de Foz Côa e São João da Pesqueira no circuito. O roteiro foi executado “foi um sucesso”.

Veronika Joukes salientou que o contato os técnicos “ajudam a preparar melhor os alunos para o mercado de trabalho e estimulam o trabalho em rede entre profissionais da área.”

O projeto DOUROTUR permitiu desta forma o envolvimento dos estudantes num serviço de extensão.