Plataforma vai permitir Mobilidade Académica na América Latina

Uma ferramenta para promover a mobilidade de estudantes, investigadores e trabalhadores entre os 22 países da Ibero-América, que foi apresentada durante o XVII Plenário do Conselho Universitário Iberoamericano, que decorreu de 1 a 3 de julho, na UTAD e na Universidade do Porto.

Foi recentemente lançada uma plataforma web para mobilidade académica e investigação. O Campus Iberoamérica é uma ferramenta pública, inovadora e totalmente acessível, que reúne mais de vinte e cinco mil oportunidades de mobilidade em toda a região.

Promovida pela Secretaria Geral Ibero-Americana (SEGIB), tem como objetivo facilitar o acesso à informação sobre programas de mobilidade e iniciativas existentes e permitir que estudantes e investigadores e trabalhadores possam conhecer oferta de bolsas, intercâmbios e outras modalidades de mobilidade. As instituições universitárias, públicas e privadas, publicam a oferta internacional na plataforma com o objetivo de obter maior cobertura e aumentar divulgação. Da mesma forma, os interessados  podem encontrar informação relevante sobre os países de origem e de destino e alguns benefícios, como descontos em passagens aéreas, alojamento ou seguros de viagem.

Este lançamento foi integrado no âmbito da Cimeira de Conselho de Reitores do espaço ibero-americano, realizada entre 1 e 3 de julho, em Vila Real e no Porto.  A realização em Portugal do encontro do Conselho Universitário Ibero-Americano teve como principal objetivo dinamizar a criação de um espaço ibero-americano de Ensino Superior e de Investigação, fomentando a mobilidade de professores e estudantes e trabalhadores.

Na Universidade do Porto, o diretor da Área de Conhecimento Ibero-Americana (SEGIB), Félix García Lausín, apresentou a plataforma, resultado de contribuições de várias instituições que fazem parte da Aliança Mobilidade Acadêmica e cujo objetivo é facultar aos alunos informação, mais completa e abrangente, e auxiliar no planeamento da experiência internacional. Esta cerimónia contou com a presença do Secretário de Estado do Ensino Superior de Portugal, João Sobrinho Teixeira, que explicou que esta ferramenta torna visível o empenho do Governo de Portugal no talento e internacionalização.

Também presente,  esteve Artur CristóvãoVice-Reitor da UTAD para o Planeamento e Internacionalização, que salientou que esta plataforma responde ao desafio do “crescente interesse por estudos e experiências em contextos académicos e culturais diversos”. Acrescentou ainda que “há que alimentar a plataforma com informação sobre as oportunidades oferecidas pelas instituições e promover a divulgação juntos dos potenciais beneficiários, para cresçam as mobilidades e se cumpram os objetivos pretendidos”.

A iniciativa do Campus Iberoamerica foi apresentada pelo Presidente do Governo, Pedro Sánchez, em novembro passado no âmbito da XXVI Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado e de Governo, realizada em La Antigua, Guatemala. Desde então, a oferta de mobilidade incorporada na plataforma cresceu significativamente, tornando visível o interesse das instituições envolvidas no projeto e a reivindicação de estudantes e pesquisadores, verdadeiros beneficiários do Campus Iberoamérica, de conhecer todas as opções disponíveis que lhes permitem desenvolver suas capacidades em outro país da região.

Reportagem da UTADTV sobre o Plenário do Conselho Universitário Iberoamericano aqui