[Imprimir]

Teve lugar na Aula Magna da UTAD, no dia 4 de outubro, a cerimónia de Doutoramento Honoris causa a Paul Douglas Symington, um empresário reconhecido como grande referência mundial no setor dos vinhos, em especial o Vinho do Porto.

O reitor da UTAD justificou a homenagem com o sentimento e o reconhecimento que o setor vitivinícola e, sobretudo, as pessoas e instituições ligadas aos vinhos do Porto e Douro devem a Paul Symington, que “pela personalidade, posicionamento empresarial, percurso e saber, muito tem contribuído para um território mais competitivo e mais justo”.

A cerimónia, acompanhada de momentos musicais pelo coro de câmara da UTAD e pelo barítono Tiago Matos, com Diogo Taveira (clarinete) e Luís Duarte (piano), cumpriu depois, com todo o rigor, o seu ritual, com as intervenções de António Filipe, Presidente da Liga dos Amigos do Douro Património Mundial, no elogio à madrinha do doutoramento, a professora catedrática da Universidade do Porto, Maria João Ramos, que, por sua vez, enalteceu as qualidades do doutorando, na base de um estreito conhecimento pessoal e institucional.

Já no uso da palavra, Paul Symington reconheceu o contributo determinante da UTAD para o prestígio de Portugal no mundo no campo da enologia, e historiou o longo percurso da marca Symington na ligação aos vinhos e em especial ao Vinho do Porto, deixando vincado o seu orgulho pelo acolhimento que a sua família recebeu de Portugal e do Douro há mais de um século.

A encerrar, o Presidente do Conselho Geral da UTAD, Silva Peneda, louvou a decisão da Universidade em atribuir esta distinção, considerando-a “coerente com a visão de futuro que a Universidade construiu para si própria”. Na expressão desta visão, – afirmou Silva Peneda – “a UTAD quer consolidar-se como uma eco-universidade, enquanto instituição de ensino superior de qualidade, atrativa nos planos nacionais e internacional e inspiradora de aprendizagens sólidas.”