[Imprimir]

A UTAD assinalou, no dia 16 de outubro, o Dia Mundial da Alimentação, com uma conferência que reuniu vários agentes ligados à alimentação. A iniciativa, alinhada com objetivos da FAO para este dia, foi organizada pela licenciatura em Ciências da Nutrição.

A conferência, aberta pelo reitor da UTAD, teve entre os seus oradores representantes de organismos e instituições com intervenção na área da alimentação e nutrição, incluindo responsáveis dos SAS da UTAD e da Universidade do Porto, destacando-se a preleção do Diretor-geral de Alimentação e Veterinária, Fernando Bernardo, sobre alimentação sustentável em Portugal e no mundo.

Sob o lema da FAO “promoção de uma alimentação saudável e sustentável disponível e acessível para todos”, reconhecendo que cada pessoa tem direito ao acesso a comida suficiente para sustentar uma vida saudável e produtiva, o evento relevou-se de grande importância para o conhecimento e reflexão sobre o fenómeno inquietante da fome no mundo. Lembrou Fernando Bernardo, que a cada dia, 760 milhões de pessoas passam fome.

O fenómeno, em Portugal também merece preocupação, já que, como assinalou o Diretor-Geral da Alimentação e Veterinária, “cerca de 800 mil pessoas não acedem a alimentação suficiente e equilibrada”.

O evento terminou com um painel de discussão sobre o direito à alimentação adequada na UTAD onde participaram estudantes, docentes e elementos da sociedade, terminando com um repto lançado a todos para participarem no desenvolvimento da Carta para a Alimentação Saudável e Sustentável na UTAD.