[Imprimir]

Foi no Dia Internacional do Voluntário que foram conhecidos e entregues os Prémios de Voluntariado Universitário (PVU) Santander 2019. A cerimónia decorreu a 5 dezembro, na sede do Banco Santander, em Lisboa, tendo o projeto de estudantes da UTAD sido um dos três vencedores a par Universidade do Porto e do Instituto Politécnico de Setúbal, que nesta 4.ª edição teve 10 finalistas e 100 candidatos.

O projetoGerações Unidas” visa proporcionar [aos idosos] momentos de companhia, conversa, conforto e ajudar nas tarefas mais básicas, como as compras diárias, a ministração de medicação, o acompanhamento a consultas ou deslocações à farmácia.

“Sermos distinguidos com este prémio representa o reconhecimento do um trabalho de equipa de um ano inteiro, representa a não-desistência, mesmo em situações complexas de trabalho, e representa os valores que nós queremos apresentar à sociedade”, disse Susana Campos, doutoranda da UTAD e membro do projeto Gerações Unidas, em declarações ao Dinheiro Vivo.

Este projeto, que já tinha sido agraciado com uma menção honrosa e a atribuição de um mentor do Santander para ajudar a implementar o projeto, na 3ª edição dos PVU, vai receber um prémio de 4000 euros, além de um ano de mentoria de estratégia empresarial por elementos sénior do Banco Santander.

Susana Campos diz que o Gerações Unidas vai usar o prémio para “investir na formação de voluntários e também para a realização de “desejos de idosos” abrangidos por este projeto.

Fotos: D.R. / Paulo Alexandre Coelho

 

Legenda Foto: Elementos do projeto Gerações Unidas, vencedor de um PVU 2019, com Susana Campos (3ª a contar da dta.). Na foto estão também Pedro Castro e Almeida, presidente executivo do Santander (1ª à esq.), Cristina Louro, presidente do júri PVU (4ª a contar da esq.), seguida de Inês Oom de Sousa, administradora do Santander, e António Fontainhas Fernandes, reitor da UTAD (à dta.).