[Imprimir]

No âmbito do programa nacional “Ciência Viva”, as portas da UTAD abriram-se, de 24 a 30 de novembro, para a Semana da Ciência e Tecnologia 2019, um evento que decorreu não apenas no campus, mas também em muitas escolas e outras instituições do exterior, envolvendo centenas de estudantes.

Durante os dias do evento, foram proporcionadas aos visitantes, no campus, através de oficinas, visitas guiadas, exposições, palestras e workshops, muitas oportunidades de observação científica e de contacto com os investigadores de diferentes áreas do conhecimento, que mostraram como fazem ciência e que resultados obtêm, satisfazendo a curiosidade natural dos mais jovens, muitos deles almejando por carreiras futuras nestas mesmas áreas.

Os segredos da vida num laboratório, as potencialidades da robótica, a história e os mistérios da mineralogia, as fontes de energia, a investigação de crimes contra animais, e muitas outras curiosidades da ciência, encantaram os jovens das escolas secundárias que participaram acompanhados pelos seus professores.

Por outro lado, vários professores e investigadores deslocaram-se a escolas e outras instituições do exterior para um contacto mais próxima com o público, tendo decorrido ações nas escolas de Vila Real, mas também de Braga, Macedo de Cavaleiros, Alijó, Chaves, Lixa e Marco de Canaveses.

Houve ainda, durante a semana, o seminário “UTAD – uma universidade verde”, bem como uma sessão sobre os projetos de Ciência na UTAD, onde foram apresentados os principais indicadores e resultados dos projetos de I+D considerados estruturantes na instituição, nomeadamente os Projetos Interact, Nanostima, Dourotur, e Plataforma da Vinha e do Vinho.​