Relações tróficas entre Águia-real e presas apresentadas na UTAD

Decorreu a 24 de janeiro a Palestra Aequilibrium – Dinâmica trófica da Águia-real mediterrânea, organizada pelo Laboratório de Ecologia Aplicada. Este laboratório do CITAB/UTAD foi convidado a integrar o Projeto Aequilibrium focado na dinâmica trófica da Águia-real mediterrânea (Aquila chrysaetos homeyeri).

Neste âmbito, Enrique Navarro, coordenador deste projeto, esteve na UTAD para apresentar os resultados que decorreram de um esforço de foto-armadilhagem e de anilhagem na Península Ibérica, com uma cobertura das relações tróficas da Águia-real com as suas presas que inclui mais de 63 espécies identificadas de vertebrados, com base numa monitorização de mais de 87 territórios deste super-predador e a marcação de mais de 90 aves com emissores GPS-GSM.

Os resultados deste projeto, apresentaram “revelações surpreendentes e contributos valiosos para o conhecimento do papel ecológico e do comportamento da Águia-real mediterrânea, mas também pelo alcance pedagógico na mudança de mentalidades em áreas como a cinegética”, afirmou a organização

Dado o enorme potencial de colaboração multidisciplinar deste projeto, foram também convidados especialistas nacionais, que partilham resultados dos trabalhos e experiências com a espécie em Portugal, como Paulo Travassos (LEA), António Monteiro (ICNF), Rui Machado e Hany Alonso (SPEA).

Esta iniciativa académica juntou ainda várias outras entidades e seus profissionais, tais como da CMVR, ICNF e QUERCUS, o que enriqueceu o debate nas suas múltiplas perspetivas, numa conferência aberta a toda a Academia, bem como a pessoas e entidades externas.

Legenda da Foto: Diretor do LEA e alguns dos oradores convidados