[Imprimir]

A UTAD recebeu a 3 de março uma comitiva da Ordem dos Nutricionistas, numa visita técnica que visou apurar a evolução do corpo docente, equipamentos e infraestruturas afetas à licenciatura em Ciências da Nutrição, que funciona pelo segundo ano na UTAD.

Esta visita inseriu-se no “ciclo de visitas às Instituições de Ensino Superior com Licenciaturas da Ordem” com vista a um “olhar do regulador”  sobre  a evolução dos espaços físicos , do corpo docente e das condições ensino e desenvolvimento.

A comitiva, encabeçada pela Bastonária da Ordem,  foi recebida por um grupo de trabalho constituído pelo Vice-Reitor para o Ensino, Diretora e Vice-diretora de curso da Licenciatura em Ciências da Nutrição, Diretor do Departamento de Química, Diretor do Departamento de Biologia e Ambiente, que representou também o Presidente da ECVA.

José Luis Mourão, Vice-reitor para o Ensino, fez uma resumo das estratégias adotadas pela Reitoria para o funcionamento desta licenciatura, tendo reiterado a “aposta neste curso”, o reforço no corpo docente e nos equipamentos para os estudantes. Salientou ainda a importância do “olhar” do regulador sobre o que encontrem nesta visita e pediu que assinalassem, o que de “bem e mal encontrem”.

Carla Gonçalves, Diretora de Curso, fez um ponto de situação dos dois anos da Licenciatura, tendo salientado os protocolos realizados com o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro e outras instituições públicas, assim como a ligação a áreas de especialização da UTAD que visa “marcar a diferença na formação dos nossos nutricionistas”.

Afonso Costa e José Peres, diretores dos departamentos de Biologia e Ambiente e Química, respetivamente, salientaram a ligação e o apoio a esta licenciatura, mas sobretudo a colaboração do corpo docente em áreas e unidades curriculares transversais, no sentido de esta licenciatura poder contar com especialistas “com saber acumulado na ciência alimentar” importantes para esta licenciatura.

O programa prosseguiu com  a visita aos Centros de Investigação de Química e CITAB, que desenvolvem investigação crucial na área da inovação e tecnologia alimentar, útil na formação dos jovens nutricionistas, assim como a ligação a empresas do setor alimentar.

Foram também visitadas as infraestruturas em desenvolvimento, nomeadamente, Laboratório de Nutrição Humana que visa a realização de técnicas de avaliação da composição corporal, avaliação antropométrica e de exame físico focado na nutrição.

A visita terminou com reuniões com representantes dos estudantes, já organizados em núcleo, e com os docentes dos diferentes departamentos que lecionam nesta licenciatura.