[Imprimir]

A Erasmus Student Network (ESN) lançou um inquérito que visa entender quais os desafios que os estudantes enfrentam e aqueles que os podem ajudar mais a realizar um intercâmbio. Este inquérito está disponível até 15 de junho, pode ser respondido através do endereço siem-project.eu/student-survey , e pretende que os estudantes que tenham feito, pelo mesmo uma mobilidade Erasmus, contem a sua experiência.

Ao preencherem o inquérito, os estudantes habilitam-se a ganhar bilhetes para  2 interrail ou umas colunas ultimate ears.

A inclusão social é uma prioridade para o próximo programa Erasmus, no entanto, existem poucos dados concretos sobre a acessibilidade do programa atual e que medidas podem ser adotadas para melhorar o seu acesso e a participação.

Estudantes de meios desfavorecidos e de grupos sub-representados que vão em mobilidade tendem a obter melhores resultados, com taxas de desemprego mais baixas, mais propensos a iniciar uma carreira em empregos qualificados e têm um salário inicial mais alto do que os seus pares que não foram em mobilidade.

No entanto, embora possam usufruir desta experiência, estes estudantes estão sub-representados em mobilidade, com apenas 7% dos estudantes Erasmus provenientes de um grupo desfavorecido ou sub-representado.

Com este inquérito a ESN (Erasmus Student Network) acredita que é importante reunir mais evidências em toda a Europa sobre o que está a ter sucesso atualmente e, também, onde podem ser feitos maiores esforços para melhorar a inclusão no próximo programa Erasmus.

Para mais informação, contactar:

Lúcia Matos: localrepresentative.esnutad@gmail.com

Local Representative 

ESN UTAD